25-01-2014 às 08h56
Concurso da EBSERH para Hospital Universitário de Sergipe poderá ter definição nos próximos dias
Concurso foi suspenso temporariamente após pedido do Ministério Público

A Universidade Federal de Sergipe definirá nos próximos dias se suspenderá o edital ou se aguardará decisão judicial sobre o caso.Após a audiência pública ocorrida na última quarta-feira, 22, que tratou do convênio entre a UFS e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH), a UFS publicou em seu site oficial os esclarecimentos da mesma.


Durante a audiência a superintendente do HU, Ângela Maria da Silva, tratou do problema dos servidores que temem a perda de suas vagas e cargos: "Estes servidores continuarão a ter todas as garantias e obrigações que a legislação prevê. Não existirá alteração. Além disso, os aprovados no último concurso não têm motivo para se preocupar, pois serão convocados desde que haja vagas disponíveis".


Já o reitor da UFS, Angelo Antoniolli, enfatizou os benefícios que o contrato irá trazer para a sociedade sergipana. Em sua análise, ele considera históricas as dificuldades de gestão nos Hospitais Universitários de todo o Brasil. Para ele, a sociedade clama por essa melhoria e a opção oferecida pelo Governo Federal é a EBSERH.


"Não abriremos mão de sermos laboratório de formação de mão de obra para a saúde. Nada irá mudar na nossa autonomia do processo educacional. O objetivo é viabilizar a administração do hospital, recebendo pessoal e sistematizando a aplicação dos recursos, visando sempre a melhoria da qualidade dos serviços prestados e a ampliação do número de atendimentos, que permanecerão 100% SUS", defendeu Angelo.


O MPF
Depois de ouvidos todos os argumentos, o procurador do Ministério Público Federal, Ramiro Rockenbach, orientou que a UFS suspendesse temporariamente o concurso público, que já está com as inscrições abertas.


"Sergipe vive um momento delicado na saúde pública e gostaríamos que o debate sobre a adesão à EBSERH fosse ampliado, a fim de obtermos mais esclarecimentos sobre as consequências do contrato", explicou Ramiro.


A Universidade Federal de Sergipe definirá nos próximos dias se suspenderá o edital ou se aguardará decisão judicial sobre o caso.


Com informações da Assessoria de Imprensa do Gabinete do Reitor.


Leia a matéria na íntegra:
http://www.ufs.br/conteudo/audi-ncia-p-blica-esclarece-ades-ufs-12831.html


 



[ Portal ITnet 2001 - 2014 - Direitos Reservados ]