Saúde Legal

Beber líquidos durante, ou após a refeição é saudável?

Quantidade de líquido ingerida influencia na digestão dos alimentos.
por Saúde Legal
11/09/2011 19:39h

Como já dizia o ditado: "tudo demais é exagero". Pois bem, a ingestão de líquidos durante a refeição é permitida, desde que não ultrapasse um copo pequeno (200 ml). Essa pequena quantidade de líquido irá ajudar no processo digestivo, afinal é muito difícil comer uma refeição "a seco". Vale alertar que os 200 mL de líquido devem ser água ou sucos naturais, esqueça os refrigerantes.

O que não pode acontecer é ingerir acima dos 200 ml de líquidos, pois assim ocorrerá o contrário: o suco gástrico ficará diluído, e atrapalhará o processo de digestão. As consequências dessa indigestão podem variar desde uma indisposição e fadiga, até um refluxo ou vômitos.

Outro erro comum é o de não mastigar a comida direito, e "empurrar" o alimento com o líquido. Aí é que o erro agrava mais ainda. Esse é um dos principais motivos que levam à gastrite em diversas pessoas. É preciso mastigar bem e deixar a saliva agir, engolindo o alimento normalmente e sem esforço.

Sendo assim, atenção para o churrasquinho no domingo com a cerveja. Você pode comer á vontade, desde que a cerveja ou demais líquidos acima dos 200 ml só poderão ser ingeridos de 30 a 60 minutos depois da refeição.

Por último, é bom esclarecer o mito de que beber líquidos durante as refeições engorda. Bom, em primeiro lugar água não engorda. O que pode acontecer é uma dilatação do estômago quando se ingere muito líquido. Mas, como já aprendemos: comida deve ser na medida certa, e líquido, apenas um copinho.

Jeferson Machado.Farmacêutico, CRF-SE: 658.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo