Educação

SINTESE denuncia condições precárias em escola pública.

A falta se segurança na escola é outro problema apontado.
por Redação do Portal Itnet
07/03/2012 07:33h

SINTESE denuncia condições precárias na escola Estadual Leandro Maciel situada no conjunto Castelo Branco, em Aracaju. A escola fechou nos últimos dois anos os turnos da tarde e noite, funcionando apenas no turno da manhã.

A escola encontra-se com uma estrutura física deteriorada com fechaduras quebradas, iluminação precária, muro com infiltrações, necessidade de revisão da parte elétrica e hidráulica e o mato que toma conta de toda a área não construída são problemas constantes da escola, e segundo o SINTESE já foram relatados a Diretoria de Educação de Aracaju (DEA) por diversos ofícios, mas até o momento o órgão não tomou nenhuma providência.

A escola é o único estabelecimento de ensino que oferece o Ensino Médio em toda a região, no entanto há turmas no turno que restou com 60 alunos. "O trabalho pedagógico fica altamente prejudicado em uma turma desse tamanho, quando temos uma escola enorme com salas ociosas, porque decidiram fechar o turno da tarde", conta a professora de Língua Portuguesa, Vera Lúcia da Silva.

O Sintese ainda denunciou a falta de funcionários, segundo o sindicato a escola só conta com um funcionário para fazer a limpeza das 17 salas de aula, banheiros e demais dependências.

A falta se segurança na escola é outro problema apontado pelo SINTESE, somente no ano de 20122 foram registrados 11 furtos nas dependências da escola, e esse ano a escola já foi invadida.

Da redação Itnet, Aparecido Santana, com informações do SINTESE.

Gostou? Compartilhe:

Veja Também
Comentários