Saúde Legal

Vinagre não protege contra gás lacrimogêneo e pode piorar a irritação

Manifestantes e repórteres estão andando com o tempero para se defender do gás.
por Saúde Legal
18/06/2013 09:08h

Durante o manifesto dos últimos dias é comum vermos manifestantes, repórteres e demais pessoas andarem com vinagre pelas ruas, na expectativa de que o tempero possa neutralizar os efeitos do gás lacrimogêneo.

Até agora ninguém sabe de onde saiu essa teoria, mas o toxicologista Anthony Wong, diretor da Ceatox, afirma que tudo não passa de mito. E ainda há mais, se utilizado em grande quantidade, o ácido acético do vinagre pode agravar a irritação causada pelo gás.

Até hoje o único método eficaz é a máscara com carvão ativado. Uma alternativa caseira seria comprar carvão ativado, enrolar em um pano e cobrir a boca e nariz. Além disso, utilizar óculos de natação ajudaria a evitar a irritação nos olhos.

Caso você entre em contato com o gás lacrimogêneo, o recomendado é tirar a roupa o quanto antes puder. Saia do local para inalar o mínimo possível, pois em longos períodos, o gás pode provocar, além da irritação, bronquite, pneumonia e lesões definitivas nos olhos.

Essa não é a primeira vez que o vinagre vira tema de mito. Logo quando entrou em vigor a Lei Seca, se espalhou no país um mito de que o vinagre ajudaria a esconder o álcool e enganar o bafômetro. Nada comprovado e só causa dores estomacais.

Jeferson Machado Santos.CRF-SE: 658.

Farmacêutico pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.Habilitação em Bioquímica Clínica pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.Especialista em Administração de Empresas pela FIJ-RJ.Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas pela Uninter-IBPEX.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo