Policial

Programa “Brasil Mais Seguro” é lançado em Sergipe e o Ministério Público é um dos parceiros

O Programa é uma inciativa do Ministério da Justiça em parceria com o Ministério Público de Sergipe
por Redação do Portal Itnet
02/10/2013 14:22h

A Procuradora de Justiça e Coordenadora-Geral do MP, Dra. Ana Christina Souza Brandi, representando o Procurador-Geral de Justiça Dr. Orlando Rochadel Moreira, e o Diretor do Centro de Apoio Operacional dos Direitos à Segurança Pública, o Promotor de Justiça Dr. Adson Alberto Cardoso de Carvalho, participaram do lançamento do Programa "Brasil Mais Seguro" em Sergipe. Durante o evento, a Procuradora de Justiça assinou o Acordo de Cooperação juntamente com o Ministro da Justiça, Eduardo Cardoso, e demais representantes de órgãos envolvidos.

O Programa é uma inciativa do Ministério da Justiça em parceria com o Ministério Público de Sergipe, o Tribunal de Justiça, a Defensoria Pública de Sergipe e o Governo do Estado. O objetivo do Governo Federal é auxiliar o Estado na redução de crimes violentos, por meio do fortalecimento da inteligência policial, investigação criminal, perícia forense e policiamento ostensivo. A iniciativa prevê mais articulação entre os órgãos de segurança pública, sistema prisional e Poder Judiciário.

As estratégias vão desde o apoio a projetos de prevenção da violência até o aperfeiçoamento da execução penal, para enfrentar a impunidade. Estão previstos recursos para reestruturação de unidades da Polícia Civil e do Instituto de Criminalística, aquisição de bases móveis da Polícia Militar, capacitação profissional e outras ações. Sergipe ganhará reforço para a elucidação de homicídios, com conclusão de inquéritos acumulados e mais agilidade no julgamento de processos, bem assim para a realização de exames periciais pendentes, principalmente os de balística, já que a identificação de armas de fogo utilizadas em crimes é uma das maiores demandas do Estado.

Para a Procuradora de Justiça o Programa terá bons resultados em Sergipe. "O 'Brasil Mais Seguro' quando foi lançado em Alagoas propiciou uma redução considerável de crimes, principalmente, em Maceió. Aqui em Sergipe não será diferente, pois a nossa polícia é competente, só precisa de mais capacitação e suporte. O Governo deve fazer a sua parte através de incentivos e investimentos e o Ministério Público estará sempre à disposição, dentro de suas atribuições, para o bom desenvolvimento do Programa", salientou Dra. Christina Brandi.

Segundo Dr. Adson Carvalho, entre as ações de implementação do Programa em Sergipe, o Ministério Público deverá levantar e cadastrar Membros que integrarão força-tarefa e mutirões, levantar dados referentes ao número de inquéritos policiais de crimes violentos e produzir relatório mensal quanto ao número de inquéritos. Além disso, o MP deverá apoiar o TJ/SE nos mutirões do Tribunal do Júri e atuar na Câmara de Monitoramento de Inquéritos e Processos Judiciais.

Fonte: MP/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo