Saúde e Ciência

Funcionários de Escola realizam protesto na SEED

O grupo intitulado de Movimento Acorda Servidor exigi participação nas negociações referente ao Plano de Carreira.
por Redação do Portal Itnet
12/03/2014 07:59h

Os funcionários de escola da rede estadual realizam mais um protesto nessa quarta-feira. Dessa vez a manifestação acontece em frente ao prédio da Secretaria Estadual de Educação a partir das 8h. O grupo intitulado de Movimento Acorda Servidor pretende exigir a participação nas negociações referente ao Plano de Carreira. De acordo com o movimento, o governo falseia uma negociação com o SINTRASE, mas na verdade não negociam coisa alguma para o pessoal administrativo e operacional da educação, pois o SINTRASE não representa essa categoria de servidores.

De acordo com Nivaldo Junior, vigilante público, existem várias decisões judiciais reafirmando que o SINTRASE não representa os funcionários de escola e mesmo assim a direção do SINTRASE e o governo do Estado tem desrespeitado a justiça do trabalho. Waldir e Jackson precisam respeitar os servidores da educação. A decisão judicial de outubro do ano passado afirma claramente que enquanto a carta sindical não for julgada em Brasília, quem representa os funcionários de escola é o SINTREDUCASE, afirma Nivaldo.

Para os membros do Acorda Servidor, embora a atual direção do SINTREDUCASE não esteja atuando junto a categoria, são os representantes oficiais dos funcionários de escola. Segundo Paulo Pereira, executor de serviços básicos, o movimento surgiu justamente para pressionar o governo independente dessa disputa entre os sindicatos. Recebemos uma miséria. O salário base é de R$622,00. Se essa direção do SINTREDUCASE continuar deixando outro sindicato e o governo fazerem pouco caso da situação do servidor, vamos destituir a atual diretoria e resgatar o sindicato para a luta, explicou.

O prazo legal para discussão do governo com as categorias do funcionalismo segue até o começo de abril, por conta do ano eleitoral.

Assessoria de Comunicação

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também