Saúde Legal

Gripe, dengue ou resfriado? Saiba diferenciar os sintomas de cada uma das doenças

Os sintomas são semelhantes e costumam confundir o diagnóstico.
por Saúde Legal
04/05/2014 20:15h

Gripe, dengue ou resfriado? Saiba diferenciar os sintomas de cada uma das doençasA Secretaria de Saúde do estado de Sergipe declarou, esta semana, que dos 75 municípios sergipanos, 24 estão com risco de ter uma epidemia de Dengue. Com a aproximação do inverno, e as quedas de temperatura que ocorreram nesses dias, é comum as pessoas sentirem febre, dores pelo corpo, dor nos olhos, dor de cabeça e nariz congestionado. A dúvida então surge: esses sintomas são de dengue, gripe ou resfriado?

O resfriado comum é um problema simples, causado geralmente pelo rinovírus, e que atinge principalmente o nariz, faringe e laringe, ou seja, o trato respiratório superior. A febre aparece em poucos casos e, mesmo assim, é fraca, não chegando a 38º C. Pode apresentar leve dor de cabeça e musculares. Há coriza, tosse fraca e espirros. Não ocasiona manchas pelo corpo, nem calafrios e dor nos olhos. Sua duração é de dois a quatro dias. Em fumantes ou pessoas com baixa imunidade, pode chegar a uma semana.

Já a gripe pode acometer além das vias aéreas superiores, as via inferiores: traqueia e pulmões. É normalmente transmitida pelos vírus influenza. Apresenta sintomas semelhantes aos do resfriado, só que com maior intensidade. A febre costuma ser alta, acima dos 38º C. As dores de cabeça e musculares são de uma intensidade média e maior que no resfriado. Pode haver inflamação da garganta acompanhada de tosse forte. Espirros, coriza e um cansaço de média intensidade também estão presentes. Não ocasiona manchas pelo corpo e nem dor nos olhos. Sua duração é de uma semana, podendo se estender a duas ou três semanas em fumantes ou pessoas com baixa imunidade.

Por último a dengue, doença com sintomas muito mais intensos que as duas anteriores, porém sem comprometimento no sistema respiratório. A febre é alta, a dor de cabeça e muscular é muito forte, chegando a causar até dor nos ossos e articulações e a dor nos olhos está presente, principalmente com o movimento dos mesmos. O mal-estar costuma causar tontura e cansaço intenso. Pode haver também diarreia e vômitos, calafrios e manchas vermelhas, principalmente no tórax e nos braços. Contudo, diferencia-se das duas outras doenças por não apresentar dor na garganta, nem tosse, espirro, coriza ou catarro, sendo esse detalhe o mais importante para se tirar a dúvida sobre a diferenciação das doenças. Sua duração em média é de 10 a 15 dias.

Assim, basicamente resumindo: sintomas no trato respiratório de leve intensidade pode ser resfriado; sintomas intensos no trato respiratório pode ser gripe; e dores intensas, febre alta e sem sintomas no trato respiratório, pode ser dengue. Vale ressaltar que, mesmo em posse do conhecimento de como diferenciar as três doenças, jamais pratique a automedicação. Em casos de sintomas mais intensos e suspeita de dengue, busque o atendimento médico.

Jeferson Machado Santos.CRF-SE: 658.

Farmacêutico pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.Habilitação em Bioquímica Clínica pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.Especialista em Administração de Empresas pela FIJ-RJ.Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas pela Uninter-IBPEX.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo