Saúde Legal

Descoberta pílula que queima gordura “enganando o corpo”

Substância faz com o que o corpo acredite que consumiu calorias e queime gordura.
por Jeferson Machado
06/01/2015 16:05h

Cientistas do Laboratório de Expressão Genética de Salk, nos Estados Unidos, criaram um composto de fexaramina que pode ser uma nova perspectiva no tratamento da obesidade. Os testes realizados em ratos demonstraram que o composto consegue "enganar o corpo" ao fazer acreditar que consumiu calorias, o que faz com que queime gorduras, freie o aumento de peso e ajude a reduzir o colesterol e controle o açúcar no sangue.

A pílula envia ao cérebro os mesmos sinais que ocorrem quando comemos muito, funcionando como uma espécie de "comida imaginária".

Além das vantagens no tratamento da obesidade e outras doenças metabólicas, a pílula promete ser mais segura do que outros tratamentos no mercado. Os atuais inibidores de apetite se dissolvem na corrente sanguínea e também atinge órgãos como fígado, rins, intestino e glândulas suprarrenais. Já o composto de fexaramina só atua no intestino, sem chegar a passar pela corrente sanguínea, de modo que diminui os efeitos secundários e é mais eficaz para conter o aumento do peso e o controle do colesterol e glicose.

Devido aos resultados bastante promissores, os testes clínicos com humanos deverão iniciar em breve, principalmente por conta da diminuição dos efeitos secundários e indesejados no tipo de tratamento.

Jeferson Machado Santos.CRF-SE: 658.

Farmacêutico pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.Habilitação em Bioquímica Clínica pela Universidade Federal de Sergipe - UFS.Especialista em Administração de Empresas pela FIJ-RJ.Especialista em Farmacologia e Interações Medicamentosas pela Uninter-IBPEX.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo