Entretenimento

Hemose: Colégio João XXIII abre calendário de doações de sangue

A iniciativa tem como objetivo a manutenção do estoque de sangue da unidade para atendimento dos pacientes que necessitam regularmente de transfusão sanguínea
por Redação do Portal Itnet
07/01/2016 15:36h

Nesta quarta-feira, 06, 17 alunos do ensino médio do Colégio Estadual João XXIII, de Ribeirópolis, contribuíram com a doação de sangue. A ação educativa realizada no Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) deu início ao calendário de campanhas de janeiro, mês de férias e de manutenção do estoque de sangue da unidade para atendimento dos pacientes que necessitam regularmente de transfusão sanguínea.

O professor de química, o farmacêutico Edivanilson Carvalho Cardoso, contou que a escola desenvolve o projeto ‘Saúde e Prevenção', através da iniciativa são debatidos temas sociais relacionados à comunidade escolar. "As atividades envolvem trabalhos e palestras sobre temas que despertam o interesse dos jovens como, segurança, saúde e drogas", disse.

Ele informou que a ideia para uma campanha de doação de sangue com a participação dos alunos surgiu depois da feira de ciências, ocorrida em dezembro. "Durante a feira, fizemos a coleta sanguínea dos alunos para que todos pudessem ter conhecimento do seu tipo sanguíneo e o fator Rh para um possível procedimento cirúrgico ou a necessidade de ajudar alguém com a doação de sangue", explicou.

Maria Gabriela Barreto dos Santos, 18 anos, ressaltou o sentimento de solidariedade. "Vim para ajudar as outras pessoas que precisam", disse. A colega Sandra Santos Mendonça, 19 anos, acredita que a vida é um compromisso de todos. "Temos que dar a nossa contribuição. Não sabemos do futuro", declarou.

A decisão de ajudar também envolveu os colegas Larissa Andrade, 17 anos, Matheus Oliveira Portela, 16 anos e Wellington José Teixeira Santos, 17 anos. Eles compõem uma parcela especial, menores de idade que, de acordo com a portaria nº 2.712/2013, do Ministério da Saúde (MS), podem doar sangue desde que os pais, ou, responsável legal autorizem.

"Para o serviço de doação esse é um publico importante, em função da sensibilidade natural que eles têm para ajudar o próximo. Sempre que o familiar de um paciente, posta nas redes sociais pedidos para doação de sangue, os jovens se articulam para colaborar", destacou a gerente de Captação do Hemose, assistente social Rozeli Dantas ao salientar que "os jovens serão os doadores do futuro".

Campanhas

Para realizar o agendamento de campanhas para doação de sangue e o cadastro de medula óssea, é necessário entrar em contato com o Serviço Social do Hemocentro de Sergipe. A unidade funciona diariamente de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 17h30, e aos sábados e feriados, das 7h às 11h.

doação de sangue no joão XXIII

Fonte: ASN

 

 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo