Política

Jozailto: Gestão de Frei Paulo desafia crise sem milagres e sem segredos

Arinaldo Filho angariou fama de prefeito \"viajante à Brasília\"
por Redação do Portal Itnet
16/01/2016 15:28h
Atualizado em 17/01/2016 07:20h

A Em pesquisa, 48% dos eleitores dizem votariam num candidato a prefeito que ele indicasse.

Prefeito de Frei Paulo em segundo mandato, José Arinaldo de Oliveira Filho, DEM, ostenta um perfil totalmente diferente do da maioria dos prefeitos do Brasil e dos seus colegas sergipanos: toca, administrativamente, a cidade com 15.047 habitantes sem muitas dificuldades e com muitas obras.

José Arinaldo Filho se dá por contente com isso, e não faz mistérios. "Não tem um servidor de Frei Paulo com salário atrasado, graças a Deus. E não há milagre nem segredo nisso. Tudo é resultado de muita dedicação. Com ou sem crise, o gestor público precisa encarar as suas atribuições como as de um gestor da esfera particular", diz Arinaldo Filho.

Frei Paulo, no agreste de Sergipe, não está entre os de maior Fundo de Participação dos Municípios do Estado. Além disso, a gestão municipal ainda se situa na oposição do Governo de Sergipe, que é do PMDB - contra a qual o prefeito não faz nenhuma restrição.

O gestor da cidade tenta suplantar as dificuldades de receitas desenvolvendo projetos e marchando, pessoalmente, para Brasília em busca de soluções e recursos. No meio político de Sergipe existe até uma piada positiva, segundo a qual "o prefeito de Frei Paulo é tão reconhecido em órgãos públicos de Brasília quanto os deputados federais e senadores de Sergipe".

José Arinaldo de Oliveira Filho aposta nesta receita. "Graças a Deus, tem dado certo e muito temos conseguido para Frei Paulo. Aliás, todos da bancada federal do nosso Estado, nas das Casas, me têm sido solidários. Apesar de ser do DEM, na hora de fazer por Frei Paulo não faço distinção do poder das siglas", diz Arinaldo Filho.

A fama de José Arinaldo como "viajante a Brasília" atravessa fronteiras de Sergipe e inspira políticos emergentes de outros municípios do Estado, como o porto-folhense Gildo de Souza Xavier Filho, um dos nomes mais lembrados para a dura missão de resgatar Porto da Folha do caos em que se encontra.

"Eu tenho um exemplo de uma cidade menor do que Porto da Folha, que é Frei Paulo, em que o seu gestor, José Arinaldo Filho, pegou numa situação bem pior do que a nossa. E ele deu a volta por cima. Há mais de três gestores anteriores que aquela cidade quase não tinha administração. Ele correu, buscou ajuda da Caixa, e angariou fama de ser o prefeito sergipano que mais frequenta Brasília, sempre em busca de solução. Zé Arinaldo e Frei Paulo são hoje uma dupla que atestam que não há crise que não possa ser vencida", diz Gildo.

Esta ação administrativa de José Arinaldo reflete, inclusive e naturalmente, no futuro da sucessão municipal de Frei Paulo. Pesquisa feita para consumo interno, aponta que48% dos eleitores da cidade votariam num candidato a prefeito que ele indicasse, e outros 32% responderam que "talvez". A junção desses índices entre o "sim" e o "talvez" é de 80%.

"Guardo estas intenções como extremamente positivas. Na hora certa elas serão úteis para o nome que indicaremos à nossa sucessão. Não sabemos ainda quem, mas desde já temos a certeza de que será alguém que dará continuidade ao zelo apresentado nestes últimos sete anos de gestão da cidade. A comunidade nutre um sentimento de que não pode haver alteração no que está acontecendo", diz o prefeito de Frei Paulo.

Foto - Arinaldo Filho trata de interesses de Frei Paulo com o então ministro das Cidades, Gilberto Occi / Divulgação Jornalista responsável: Jozailto Lima / DRT/1720

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo