Política

SSP SE: Crescimento de homicídios não é culpa da gestão, diz Mendonça

“Não sou o homem que botou o pé no acelerador, nós fomos atropelados pelos números
por Redação do Portal Itnet
17/02/2016 10:55h
Atualizado em 17/02/2016 12:01h

Por Iane Gois

À frente da Secretaria de Segurança Pública de Sergipe (SSP/SE) desde fevereiro de 2015, Mendonça Prado encerra hoje seu ciclo enquanto gestor da pasta e em entrevista coletiva afirma que o crescimento no índice de violência não é de responsabilidade da gestão.

"Quando cheguei à Secretaria de Segurança Pública, peguei um foguete subindo para parar com a mão. O crescimento do número de homicídios em Sergipe não é culpa da gestão", afirmou Mendonça na manhã desta quarta-feira (17).

Entendendo que o trabalho foi positivo e, mesmo com os empecilhos, a missão foi cumprida, Prado apresentou estatisticamente que "não botou o pé no acelerador". "O que foi possível foi feito, estão de parabéns os nossos policiais. Quando assumi o cargo em fevereiro, o número de homicídios foi de 197. O aumento era de 30 por cento de um ano para o outro, queriam que eu reduzisse para menos de 50 por cento. Não sou o homem que botou o pé no acelerador, nós fomos atropelados pelos números", enfatiza acrescentando não ser simples assim", defendeu.

Sobre a ‘crise' com Iunes, coronel da Polícia Militar que responde pelo comando da corporação, mas também será substituído, motivo divulgado como estopim na mudança da cúpula, a afirmativa é de que não há desavença.

*Com informações de Aldaci de Souza

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo