Policial

Homofobia seria causa de agressão, diz presidente de quadrilha junina

Nesse momento mais vítimas já se encontram na Delegacia para formalização de BO.
por Redação do Portal Itnet
07/03/2016 08:48h
Atualizado em 07/03/2016 09:09h

Por Iane Gois

A notícia de agressões sofridas por membros da quadrilha junina do povoado Bom Jardim, em Itabaiana (SE), causou rebuliço nas redes sociais e movimentou a Delegacia Regional em pleno final de semana.

Informações preliminares davam conta que o vereador Arivaldo de Rezende (PP), mais conhecido como Vardo da Lotérica, teria comparecido ao ensaio do grupo na sede da Associação Comunitária na noite do sábado (5), quando uma confusão foi iniciada e o parlamentar acabou por agredir, entre violência verbal e física, cerca de dez pessoas, tendo, inclusive, uma mulher recebido pontapé no abdômen.

"Ele já chegou alterado, chamando todo mundo de ladrão, cachorro, e a mim de viado. Crianças que estavam assistindo ao ensaio presenciaram toda a cena e, inclusive, o tempo inteiro nós fomos ameaçados pelo vereador e pelo segurança que estava com ele, que faziam gesto como se fossem sacar a arma", revelou Douglas Vieira, presidente da quadrilha junina, que assegurou não haver outra causa que justifique o fato que não seja homofobia. 

Em contato com o advogado que está representando os quadrilheiros, Isaac Guedes, o esclarecimento foi feito no sentido de que "o pessoal estava reunido para o ensaio e a presença do vereador era esperada, porque ele iria contribuir financeiramente para ajudar nas apresentações".

Sobre a violência, Isaac enfatizou que somente uma pessoa, Douglas, teria prestado Boletim de Ocorrência (BO) ainda na noite de sábado, contudo nesta segunda-feira (7) novos registros serão feitos, inclusive supervisionados pelo bacharel.

Em conversa com Douglas, subsídios chegados à redação do portal foram confirmados no sentido de que após o registro do BO ele teria sido ameaçado por um cabo eleitoral do parlamentar, ‘orientando-o' a não mais comparecer à Delegacia, inclusive havendo o registro em texto no celular do quadrilheiro.

Ao que parece, essa não teria sido a primeira atitude agressiva por parte de Vardo contra populares do Bom Jardim. "Na semana passada Vardo questionou um membro da Associação Comunitária sobre como estava a Associação, e ele respondeu que bem. De imediato, Vardo contrapôs com o questionamento: Bem, como? Você é um ladrão", revelou uma fonte ao jornalismo do portal.

O contato com Vardo foi tentado até o momento do fechamento da matéria, mas o celular do edil encontrava-se desligado. A redação se coloca à disposição através do 79 3431-8777 para maiores esclarecimentos.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo