Política

Desfiliação de Moacir poderá enfraquecer agrupamento dos Teles

Diplomacia do ex-secretário garantirá manobra visionária para 2018.
por Redação do Portal Itnet
09/03/2016 09:24h
Atualizado em 09/03/2016 09:30h

Desfiliação de Moacir poderá enfraquecer agrupamento dos Teles

Moacir Santana em entrevista ao portal Itnet

Foto: Alef Andrade

Por Iane Gois

Uma conversa informal com o vereador Moacir Santana (PR) possibilitou a reafirmação do que já havíamos publicado anteriormente acerca do cenário político local para o pleito de 2016, além de uma nova percepção, ainda que precoce, para 2018.

A força do nome de Cândido (PSB) para vice na composição da chapa de Valmir de Francisquinho (PR) torna ainda mais distante o sonho do ex-Secretário de Obras em ladear o administrador municipal e, consequentemente, aumenta as chances da migração do PR para o PSL, onde assumirá como presidente do partido local.

Questionado sobre a previsão para a adesão, Santana afirmou que acredita que ainda essa semana o desfecho será dado, mas que isso não quer dizer que a desfiliação do PR dará novo rumo à trajetória política no sentido de abandonar os Teles, que já tiveram representação na Câmara enfraquecida pela ruptura de David Mota (PRP), pré-candidato a vice-prefeito pelo ‘progresso com liberdade'.

Prova de tal afirmativa são os comentários de bastidores, onde a informação é de que o discurso de Moacir de 50 para 50 no tocante ao apoio a qualquer um dos dois blocos serranos permanece, mas agora com ações. Inicialmente uma viagem a Brasília (DF) com o gestor municipal e, posteriormente, algumas conversas com lideranças do agrupamento dos Bispo, que observam na aderência de Santana o fortalecimento advindo da consequente somação de Edilene Barros (PSL), ressaltam a estratégia.

Sim, estratégia porque Moacir está convicto de que não será vice por nenhum dos dois agrupamentos e deverá ir à reeleição, mas com planos visionários de pleitear uma vaga na Assembleia Legislativa de Sergipe (Alese) em 2018. E o diferencial, com o apoio dos Dona.

O fato é que por um lado ou por outro as vantagens virão e Moacir permanece com a diplomacia que lhe é peculiar, mantendo as possibilidades meio a meio. Esperar é a palavra.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo