Fumar diminui o tamanho do pênis, diz estudo

Segundo pesquisas feitas pela Universidade de Medicina em Boston, tabagistas também têm menor apetite sexual.
por Redação do Portal Itnet
18/03/2016 10:15h
Atualizado em 19/03/2016 19:12h

Todo mundo sabe que o cigarro faz mal. O que muitos desconhecem é o fato de que o fumo pode diminuir o tamanho do pênis e reduzir a libido, prejudicando o desempenho sexual. O homem pode perder até 1 cm do seu pênis devido a ação das toxinas do cigarro. Conforme pesquisas da Universidade de Medicina de Boston, nos EUA, os homens fumantes têm menos apetite sexual, diferente dos não fumantes.

Então, além de escurecer o pulmão e correr o risco de desenvolver diversas doenças, o homem pode ficar impotente e com o seu pênis diminuído. O membro sexual dos fumantes reduz porque ocorre uma obstrução nas artérias, por conta do fumo. Os vasos sanguíneos entopem, interferindo na ereção. O cigarro também atrapalha a reprodução porque os espermatozóides ficam prejudicados. Assim, aumenta a dificuldade do homem gerar filhos.

Portanto, acender um cigarro depois da transa pode ser perigoso, já que quanto mais o homem fuma, mais chances tem de ficar doente e de perder sua potência sexual. A causa principal da dependência do tabaco é a nicotina. Ela também está no charuto e no cachimbo, além dos cigarros de palha. Essa substância transmite sensação de contentamento, pois é uma droga psicoativa que leva ao vício quando seu uso é excessivo.

Ao fumar, a pessoa sofre modificações no sistema cerebral, alterando o estado psicológico e comportamental, da mesma maneira que acontece com a maconha, a cocaína e o álcool. O cigarro pode causar sérios danos à saúde, sendo que o pior deles é o câncer de pulmão, de garganta e de boca. Além disso, problemas respiratórios, cardíacos e cardiovasculares, dentre outras 50 doenças diferentes.

O cérebro tem facilidade em se adaptar ao fumo excessivo e solicitar quantidades cada vez maiores para continuar satisfeito. No decorrer dos anos, aumenta a necessidade do fumante em consumir mais cigarros. Na adolescência, geralmente, a média é de 10 cigarros diários, já na fase adulta chega a 20 ou 30 cigarros por dia. Com a dependência, aumenta o risco do fumante desenvolver doenças crônicas, que podem levar a invalidez permanente e até a morte.

Impotência sexual

Para o homem alcançar a ereção o sangue precisa circular em toda a região genital, assim o pênis fica ereto favorecendo a penetração. Homens que fumam podem ter mais dificuldade para conseguir manter o pênis ereto, isso porque a as toxinas presentes no cigarro obstruem a passagem de sangue em todo o membro sexual. Assim, as situações de falta de ereção aumentam quando o homem faz sexo.

Ocorre que as veias que transportam o sangue até o coração se contraem, o que também acontece com as veias do pênis. A consequência disso é que a elasticidade do órgão fica comprometida, ocorrendo a perda gradual da ereção, interferindo no tamanho do pênis. Cientistas garantem que o membro sexual masculino sofre mais com os efeitos nocivos do cigarro, que o próprio coração.

Frequência das relações sexuais

Outro dado que a pesquisa divulgou foi a diminuição do desejo sexual em fumantes. Homens que fumam têm menos vontade de fazer sexo, em comparação com os não fumantes. As sensações emocionais que o cigarro causa desfavorece a libido, deixando o homem menos disposto na hora da transa. Assim eles acabam fazendo menos sexo.

Do Vacextensor

 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo