Policial

“Vardo demonstra ser patético e nocivo à sociedade itabaianense”, diz SINPOL

Afirmativa foi feita em nota de repúdio enviada à imprensa, após entendimento que o parlamentar teria tratado com menosprezo agentes da polícia civil.
por Redação do Portal Itnet
22/03/2016 08:43h
Atualizado em 22/03/2016 11:36h

Por Iane Gois

O vereador Arivaldo de Rezende, Vardo da Lotérica, mais uma vez ocupa os holofotes da imprensa sergipana como protagonista de novo enredo polêmico. Desta, porém, as cenas prometem se estender a uma novela com final talvez nada feliz para o parlamentar serrano, que poderá ter a sua qualificação enquanto representante popular questionada judicialmente.

Em recente pronunciamento feito pelo edil na tribuna da Câmara, quando observou sobre os crimes ocorridos em Itabaiana, sobre onde estavam os criminosos, bem como afirmou que ao chegar à Delegacia o cidadão não é atendido pelo delegado de polícia, mas pelo escrivão, Vardo despertou rejeição por parte da categoria, que se sentiu menosprezada e, por meio do seu órgão representante oficial, o Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (SINPOL-SE), encaminhou nota à imprensa em repúdio ao descaso para com uma classe que passa por diversos processos seletivos e estudos incessantes exigidos às autoridades policiais civis, realidade distinta à do vereador repudiado, colocado como desconhecedor de noções básicas de alfabetização e patético, conforme o documento.

Na nota, o diretor de comunicação do Sindicato, Jorge Henrique dos Santos, ressaltou a repercussão da mídia nas redes sociais e atentou para a postura esperada de um parlamentar no sentido de respeito ao próximo e necessidade de equilíbrio racional, comportamento totalmente contrário ao que é observado, segundo o texto, e que merece ser analisado de forma mais minuciosa, tendo em vista se tratar de um cidadão que apresenta risco à população que ‘defende'.

Leia a nota na íntegra.

"O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe - SINPOL, regido sob suas prerrogativas de defesa aos seus associados e à base da Polícia Civil do nosso Estado, vem a público manifestar repúdio ao vereador de Itabaiana Arivaldo de Rezende, aliás, Vardo da Lotérica, em razão de excerto de um dos seus pronunciamentos no parlamento daquele Município, e com grande veiculação nas mídias sociais, principalmente por meio do aplicativo WhatsApp Messenger, a respeito de sua premeditada recusa em ser atendido por um Escrivão de Polícia, em caso de necessitar do apoio da Polícia Civil, colocando o servidor acima mencionado como um profissional sem nenhuma importância.Talvez o edil não tenha conhecimento (assim como desconhece muitas outras coisas, inclusive noções básicas de alfabetização), nossa Polícia Civil requer nível superior para todas as carreiras. Nossos agentes e escrivães possuem qualificação e preparo técnico para prestar atendimento a pessoas do mais alto grau de erudição, onde o vereador em questão naturalmente não se enquadra. Em nosso último concurso para agentes e escrivães substitutos, por exemplo, temos pessoas que possuem título de doutorado, além de outras com diversos graus, estando aptas a exercerem suas atividades com galhardia.Ademais, policiais civis agentes, delegados e escrivães entram em suas respectivas carreiras mediante concurso público, com alto grau de dificuldade em cada etapa, e durante as respectivas vidas laborais não se comportam como "bonecos de ventríloquo" para o público, porquanto exercem com seriedade e dedicação as suas honradas e perigosas atividades, as quais não são mais importantes do que as que exercem os vereadores que possuem o mínimo zelo pelo povo que os elegeu. Um parlamentar equilibrado respeita as instituições, não se indispõe sem motivo com seus pares, não trata as pessoas do povo com agressões verbais e/ou físicas, nem age com qualquer tipo de discriminação, muito menos a homofobia.Para finalizar, lembramos que mais uma vez estamos em ano eleitoral, e temos razões suficientes para requerer a Justiça Eleitoral do Município de Itabaiana que seja feita uma reavaliação da condição intelectual do referido vereador, porque, ao nosso ver, ele não preenche parte dos requisitos legais para se tornar apto a concorrer ao cargo. Prova disso está em diversos vídeos publicados na mídia social denominada Youtube (https://www.youtube.com/watch?v=vCq4q9_RoP8), em que Vardo da Lotérica demonstra ser patético e nocivo à sociedade itabaianense".

JORGE HENRIQUE DOS SANTOSAgente de Polícia Judiciária de 1ª ClasseDiretor de Comunicação do SINPOL SERGIPE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo