Consumidores usam criatividade para fugir da compra do Ovo a Páscoa

Lojas no Centro de Aracaju ficaram movimentadas na manhã de hoje. Preço dos ovos fez consumidor mudar de opção.
por Redação do Portal Itnet
25/03/2016 12:45h
Atualizado em 25/03/2016 14:12h

Movimento foi intenso no Centro de Aracaju (Foto: Tássio Andrade/G1)

O Centro de Aracaju ganhou movimento nesta quinta-feira (14), véspera do feriado da Sexta-feira Santa. A maioria das pessoas foi em busca de um dos símbolos que representa o feriado santo, o ovo da Páscoa.

Os corredores com os ovos de chocolate das lojas ficaram lotados durante as primeiras horas da manhã de hoje. Os ovos mais baratos com os preços entre R$19 e R$20 foram os mais procurados.

“Ontem consegui encontrar de R$19,99, mas estou procurando hoje e não estou encontrando. Vou levar dois de R$22,99. O ovo está muito caro, esse ano não tem como presentear a família inteira, tem que selecionar”, Edilma Vieira, Técnica de enfermagem.

Valdeci Santana, administradora.   (Foto: Tássio Andrade/G1)

A administradora Valdeci pretende usar da criatividade para presentar todos os amigos e parentes, e ao mesmo tempo economizar. “Eu gastei R$150 comprando somente as caixas de chocolates. Como o ovo está muito caro, é preciso usar a criatividade. Comprei recipientes, vou colocar os chocolates dentro e presentear. Uma ideia que sai bem mais em conta e fica elegante”, conta Valdeci Santana, administradora. 

A caixa de bombons foi a opção mais barata para a maioria dos consumidores. “Optei pelas caixas de chocolate, pois esse ano cada grama do ovo é como se fosse ouro. O valor que iria pagar em um único ovo, comprei dez caixas e não vai faltar chocolate lá em casa”, conta Antônio Ricardo, operador químico.

Antônio Ricardo, operador químico (Foto: Tássio Andrade/G1)

“Estou levando para os amigos as caixinhas de chocolate, para minha filha vou comprar um ovo”, diz Marluce Pereira.   

A associação que representa os supermercados do Brasil (Abras) espera vendas menores ou estáveis no período da Páscoa no fim de março.

Segundo pesquisa da entidade, 41,9% dos supermercadistas do país esperam vendas da Páscoa estáveis e 39,5% acreditam em queda em relação à mesma temporada de 2015. Apenas 18,6% dos empresários do setor esperam uma melhora no desempenho para o período.

Via G1 SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo