Mulheres são presas com 21 cápsulas de cocaína

Operação iniciou na capital sergipana e se estendeu aos municípios de Salgado e Itaporanga D’Ajuda.
por Redação do Portal Itnet
27/04/2016 09:05h
Atualizado em 27/04/2016 09:12h

Mulheres são presas com 21 cápsulas de cocaína

Marilúcia Cruz e Paula Tawanne

Fotos: Reprodução

Por Iane Gois

A interação entre agentes do Departamento de Narcóticos (Denarc) em Sergipe e policiais militares do Batalhão de Polícia de Radiopatrulha (BPRp) comandados pelo Major PM Vitor culminou na prisão de duas mulheres suspeitas de tráfico de drogas.

Identificadas como Marilúcia Cruz Santos, 45 anos, e Paula Tawanne Matos Mota, 23, sogra e nora, respectivamente, as suspeitas foram surpreendidas pela ação policial na última terça-feira (26) na Avenida Osvaldo Aranha, em Aracaju (SE).

De acordo com o Major PM Vitor, em meio à abordagem a dupla confessou a prática delituosa, relatando a posse de mais entorpecentes. "Já sabíamos que elas estavam na Osvaldo Aranha, e então fomos até lá e fizemos uma abordagem. No local elas confessaram a prática do tráfico e disseram que em sua casa havia drogas para serem vendidas", disse o comandante do BPRp.

Na residência das acusadas, na zona rural do município de Salgado, foram apreendidas 21 cápsulas de cocaína, havendo a extensão da operação para o munícipio de Itaporanga, onde mais droga foi apreendida.

Mulheres são presas com 21 cápsulas de cocaína

Droga apreendida

"Após realizar a apreensão dessa droga, fomos até outra residência, no povoado Nova Descoberta, em Itaporanga, onde encontramos um quilo de craque. Essa casa ficava vazia, servindo apenas como depósito para elas esconderem quantidades maiores de drogas", informou o diretor do Denarc, delegado Osvaldo Rezende.

Marilúcia e Tawanne tiveram auto de prisão em flagrante lavrado no Denarc, e responderão pelos crimes de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico.

Os companheiros das acusadas já cumprem pena no Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Copemcan) também por tráfico de drogas, segundo Rezende.

Fonte: SSP SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo