Saúde e Ciência

Mais de 18 mil itabaianenses serão vacinados contra a gripe

Campanha terá início a partir deste sábado (30) em todos os postos de saúde e se estenderá até 20/05.
por Redação do Portal Itnet
29/04/2016 11:27h
Atualizado em 29/04/2016 11:29h

Por Iane Gois

Será iniciada neste sábado (30) a campanha nacional de vacinação contra a gripe, que protegerá o cidadão dos de três subtipos do vírus da gripe, incluindo o vírus tipo A, causador da gripe H1N1. A ação se estende até 20 de maio.

Tendo em vista o avanço da doença durante o inverno por conta das baixas temperaturas, a meta é que até o fim do período sejam vacinadas 49,8 milhões de pessoas por todo o país, segundo dados do Ministério da Saúde (MS).

Em Itabaiana (SE), 18.834 munícipes integram o grupo de risco e, portanto, devem ser imunizados. Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Iolanda Ribeiro, o primeiro lote das vacinas, cerca de 8mil, já foi recebido e será distribuído conforme a demanda nas unidades básicas de saúde.

"Nós temos 2.198 crianças de 6 meses a 2anos; 4.097 de 2 a 5 anos; 1.099 gestantes, 181 puérperas; 8.030 idosos; 1.278 profissionais de saúde e outros 1.951casos que preenchem os requisitos necessários. Nesse primeiro lote foram cerca de 8 mil vacinas e a informação que temos é que as demais serão repassadas conforme a demanda", disse Iolanda.

Sobre idosos acamados, a coordenadora assegurou que serão assistidos pelas respectivas equipes do Programa Saúde da Família. "Não é necessário desespero. As equipes de PSF têm esse controle e, através de cronograma, farão as visitais domiciliares e se encarregarão de imunizar essas pessoas, como sempre foi feito", destacou.

Integram o grupo de maior predisposição de contrair a doença idosos a partir de 60 anos, crianças entre seis meses e até menos de 5 anos de idade, trabalhadores de saúde, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade - o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas - e os funcionários do sistema prisional.

Se faz necessário durante a apresentação nos postos de saúde demonstrativo de cadastro que comprove a condição de risco (cartão de vacinação).

Aqueles que ainda não possuem devem recorrer à Secretaria Municipal de Saúde para que seja realizado o registro.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo