Prefeito de Glória fala sobre polêmico projeto de reajuste salarial

Gestor falou sobre o assunto em programa de rádio.
por Redação do Portal Itnet
02/05/2016 16:46h

Em entrevista à emissora Ilha FM, o prefeito Francisco Carlos Nogueira (Chico do Correio) de Nossa Senhora da Glória falou sobre os Projetos de Lei nºs 07/2016 e 08/2016 que estão tramitando na Câmara Municipal de Vereadores e que objetivam fixar o teto dos salários dos vereadores, secretários, prefeito e vice-prefeito do município para o mandato 2017/2020.

Prefeito de Glória fala sobre polêmico projeto de reajuste salarial

De forma esclarecedora o prefeito municipal ressaltou a importância de explicar à população de que o projeto foi elaborado pelo Poder Legislativo em conformidade com a Constituição Federal, que exige a fixação dos salários da classe política para cada mandato posterior "Estão gerando uma polêmica apenas com o nosso município, o qual tem algumas pessoas ‘politiqueiras' que não tratam a política com seriedade e aproveitam para colocar na cabeça das pessoas algo que não existe" destacou o prefeito.

Chico, durante a entrevista, relembrou que desde agosto de 2015 vem recebendo apenas 50% do seu salário, haja vista que na época e desde então, o município tem passado por dificuldades devido à crise financeira compartilhada pelo país e o mundo. Além do corte no seu próprio salário, o prefeito afirmou que retirou gratificações em todas as secretarias e tem descontado 20% dos subsídios dos secretários.

Chico do Correio anunciou ainda que mesmo que o projeto venha a ser aprovado na Câmara de Vereadores, acabará sendo vetado por si "Irei conversar com os vereadores da bancada e dizer que eles devem modificar colocando uma emenda com o objetivo de congelar esse reajuste" garantiu Chico.

Ao final, o prefeito de Nossa Senhora da Glória declarou que não admitirá críticas de políticos que trabalham de forma demagoga e que, nas oportunidades que estiveram no poder, consentiram com atitudes como esta.

Com informações da Ascom.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo