Itabaianenses se ‘atrasam’ e têm que dormir na fila para garantir atendimento eleitoral

Prazo para cadastramento e revisão eleitoral encerra hoje, 151 dias antes das eleições.
por Redação do Portal Itnet
04/05/2016 07:53h

     Itabaianenses se ‘atrasam’ têm que dormir na fila para garantir atendimento eleitoral

Imagens enviadas por internautas mostram a fila formada na área

externa do cartório eleitoral em Itabaiana (SE)

Por Iane Gois

Os cidadãos em idade eleitoral e os jovens de 16 e 17 anos interessados em participar do pleito de 2016 têm até esta quarta-feira (04) para fazer o alistamento para retirada do primeiro título eleitoral, bem como para transferência e revisão cadastral.

Em Itabaiana (SE), alguns munícipes fizeram valer o dito popular de que ‘brasileiros deixam tudo para a última hora' e precisaram passar a madrugada na fila de espera do lado de fora do cartório eleitoral para garantir que o prazo não seja perdido. Após essa data, a única operação que poderá ser realizada é a obtenção da segunda via do título.

De acordo com a chefe do cartório eleitoral (9ª zona) na cidade, Analberga Lima de Freitas Oliveira, diariamente, das 8 às 12h, foram distribuídas 120 senhas de atendimento, sendo 110 para quem compareceu presencialmente e outras 10 àqueles que marcaram o atendimento via internet através do site do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE).

Consciente do descuido, a jovem Isabela Santos, 17 anos, desejava exercer a cidadania através do voto, mas viu na fileira de pessoas um desestímulo. "Era para ter vindo antes, reconheço o meu erro. A marcação pela internet me isentava dessa espera, mas fui ‘desligada' e terei que esperar para a próxima eleição. Não vou enfrentar essa fila não", relatou lamentando a quantidade de pessoas à frente.

Já o senhor José Barreto, 43, alegou não ter o conhecimento cibernético que poderia tê-lo salvado e, portanto, terá que ‘pagar o preço' do descuido. "Eu, como muitos brasileiros, deixei para a última hora e agora vou ter que ficar aqui. Melhor a espera do que depois ser prejudicado".

Documentos necessários

No caso do primeiro título, é preciso apresentar xerox e original do documento oficial com foto e comprovante de residência. Quem completar 16 anos até a data do 1º turno pode requerer o documento, mas não é obrigado. Aos homens com idade superior a 18 anos também é exigido o certificado de quitação do serviço militar (reservista).

Transferência

Para os pedidos de transferência de domicílio eleitoral deve-se apresentar o título, um documento com foto e um comprovante de residência, sendo requisito residir no novo domicílio há pelo menos três meses. O prazo também vale para o eleitor que mudou de residência dentro do próprio município (já que o local de votação poderá ser alterado).

Regularização

Quem deseja regularizar a situação perante a Justiça Eleitoral deve comparecer ao cartório mais próximo de casa munido de documento oficial com foto e comprovante de residência. Além disso, é preciso pagar a multa por turno que deixou de votar.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo