Política

Na Alese, deputados repudiam ataques preconceituosos contra Sergipe

“Não podemos ficar calados, não podemos aceitar em ver as pessoas do Sul e Sudeste do País agredindo o nosso Estado
por Redação do Portal Itnet
04/05/2016 18:02h

Na manhã desta quarta-feira (4), deputados usaram a tribuna para repudiar os ataques preconceituosos proferidos contra Lagarto e o Estado de Sergipe, através de diversas redes sociais, por conta a decisão do juiz da Vara Criminal do município, Marcel Maia Montalvão.

Na Alese, deputados repudiam ataques preconceituosos contra Sergipe

O deputado estadual Valmir Monteiro (PSC) falou sobre o assunto. O deputado saiu em defesa do Estado de Sergipe. “Não podemos ficar calados, não podemos aceitar em ver as pessoas do Sul e Sudeste do País agredindo o nosso Estado, a nossa gente! Sergipe merece respeito, é terra de homens sérios e grandes personalidades, como o ex-governador e ex-deputado Marcelo Déda (in memoriam), Albano Franco, João Alves Filho, o senador Valadares, Seixas Dória, o ex-ministro Carlos Britto, João Ribeiro, Tobias Barreto e tantas outras personalidades. Sergipe tem uma história muito bonita e que deve ser respeitada”, disse, cobrando do governo do Estado que intensifique as campanhas para divulgar as nossas potencialidades em outras regiões do País.

“Como também o nosso município de Lagarto, com grandes figuras, como Sílvio Romero, Laudelino Freire, Monsenhor Daltro, o próprio Joel Silveira e o empresário Henrique Prata, que está focado na construção do Hospital do Câncer. O que dizer do Grupo Maratá, conhecido não apenas no Brasil, como no Mundo inteiro? E o Grupo Santa Inês no Agronegócio? Sem contar em outras áreas, como no futebol, onde temos um dos melhores jogadores do mundo na atualidade, que é Diego Costa. Lamentável esses ataques preconceituosos contra Lagarto, terra de um povo trabalhador e honesto. Coisa de gente infeliz que não sabe o que é ter orgulho de ser lagartense”, completou o deputado.

Apartes

O deputado estadual Garibalde Mendonça (PMDB) assegurou que vai apresentar uma Moção de apoio ao juiz Marcel Maia Montalvão e Valmir Monteiro assegurou que vai subscrevê-la, que dará todo o apoio e espera o mesmo compromisso dos demais deputados da Assembleia Legislativa.

Já o também deputado Gilson Andrade (PTC) reconheceu não ser um grande usuário do aplicativo em questão, mas ficou favorável ao bloqueio do WhatsApp. “Vi ataques contra o juiz inclusive de sergipanos! Pessoas que não tem o devido conhecimento da questão em pauta e se acham no direito de dizerem o que vem na cabeça. O aplicativo estava sendo usado pelo tráfico de drogas e o juiz agiu em defesa dos interesses da população. As pessoas não dialogam mais, não conversam. Fica cada um no seu mundo! Acho que as relações melhoraram com o bloqueio desse aplicativo”.

A deputada Ana Lúcia (PT) considerou absurda a possibilidade de punição ao magistrado. “Primeiro nós observamos o preconceito das pessoas de outras regiões com Sergipe e com Lagarto. Com o Nordeste! São ideias preconceituosas que estão circulando nas redes sociais. Agora tem a preocupação também com o tráfico de drogas. Chegou-se ao ponto da Polícia Federal pedir o bloqueio (do aplicativo) para conseguir chegar aos traficantes. Eu não acredito que esse juiz seja punido pelo CNJ. Ele merece é ser premiado! Um homem corajoso, que já sofreu muitas ameaças e anda de colete e carro blindado por conta de uma perigosa quadrilha que atua na Bahia, Sergipe e Alagoas”.

Com informações da Alese.

 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo