Política

Senadores sergipanos votaram pelo impeachment de Dilma

Justificativas foram embasadas na responsabilidade do governo para com a crise que o país vive.
por Redação do Portal Itnet
12/05/2016 07:38h

Senadores sergipanos votaram pelo impeachment de Dilma

À  esquerda, Eduardo Amorim, seguido de  Maria do Carmo e Valadares

Imagem com fotos reproduzidas da internet

Por Iane Gois

A primeira etapa do processo pela aprovação ou rejeição do relatório favorável à admissibilidade do procedimento de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) votada na última quarta-feira (11) foi aceita unanimemente pelos senadores sergipanos.

Nos 15 minutos destinados ao uso da palavra para justificativa do voto pela manutenção ou afastamento da presidenta do cargo pelos 180 dias, os representantes sergipanos atribuíram ao governo federal os reflexos da crise econômica sentidos pela população brasileira.

Licenciada para atuar na Prefeitura Municipal de Aracaju (SE), Maria do Carmo Alves (DEM-SE) retomou a cadeira no plenário e disse que "a falta de governabilidade, de grave crise econômica, atingiu a classe trabalhadora brasileira e hoje mais de 11 milhões de desempregados não sabem como voltar pra casa sem o sustento de sua família. Estamos aqui para corrigir os erros constitucionais do nosso governo".

Já Antonio Carlos Valadares (PSB-SE), lamentou que o país seja entregue pior do que quando foi assumido pela petista. "A crise decorre, fundamentalmente, da desorganização do nosso sistema político. O governo vai entregar pior o país do que recebeu. Estaremos piores na logística, na relação externa com o resto do mundo. Governo que deixou a inflação voltar".

De acordo com Eduardo Amorim (PSC-SE), "os crimes de responsabilidade praticados pela presidente Dilma Rousseff trouxeram as piores consequências para o país e para o povo brasileiro. O país está quebrado, está sem credibilidade, e foi rebaixado inúmeras vezes pelas principais agências de classificação de risco. Mais do que isso, a população brasileira, sobretudo os mais humildes, está sofrendo o descaso do Estado brasileiro."

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo