Socorro (SE): Justiça determina suspensão de demissão coletiva

Em caso de descumprimento, a multa diária foi estipulada em R$ 1 mil por empregado.
por Redação do Portal Itnet
17/06/2016 11:25h

Por Iane Gois

Pauta jornalística para os veículos de comunicação de Sergipe, a demissão coletiva anunciada por empresa do segmento têxtil de Nossa Senhora do Socorro (SE) não foi bem avaliada pela Justiça do Trabalho, que definiu pela suspensão dos desligamentos.

A determinação partiu da juíza titular da 1ª Vara do Trabalho de Aracaju, Silvia Helena Martins Maluf, que definiu pela realização de negociações coletivas, na presença de representantes do sindicato da categoria dos empregados e empregadores, antes de qualquer destituição.

Segundo denúncia do Sinditêxtil ao Ministério Público do Trabalho, a maioria dos cerca de 200 funcionários demitidos não recebeu o valor referente à rescisão, bem como não obteve sucesso na entrada no seguro desemprego.

Representantes da empresa não se manifestaram sobre o assunto. Em caso de descumprimento, a multa diária foi estipulada em R$ 1 mil por empregado dispensado em desacordo com a lei.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo