Política

Eduardo Amorim solicita a Temer recursos para obras no HU

Na audiência, com o presidente Temer, o senador esteve acompanhado do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) e do líder do governo na Câmara dos Deputados, André Moura (PSC-SE).
por Redação do Portal Itnet
15/07/2016 17:06h

O Hospital Universitário da Universidade Federal de Sergipe (HU-UFS) esteve na pauta da semana do senador Eduardo Amorim (PSC-SE) em Brasília. O parlamentar solicitou, por meio de audiências com o presidente em exercício, Michel Temer, com o ministro da Saúde, Ricardo Barros e com o presidente da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), Kleber de Melo, além de pronunciamentos no Plenário do Senado, a urgência na liberação de recursos para finalização da Unidade Materno-Infantil e instalação de equipamentos médicos hospitalares, que se encontram há cinco anos paralisados em uma sala sem utilização.

amorim e temer

Na audiência, com o presidente Temer, o senador esteve acompanhado do senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE) e do líder do governo na Câmara dos Deputados, André Moura (PSC-SE). Foi solicitado a liberação de R$ 12 milhões para a conclusão das obras no HU e a instalação dos aparelhos de raio-x, ressonância magnética nuclear e de hemodinâmica. "A viabilização desse recurso para o HU trará qualidade à saúde do sergipano e desafogaria os demais hospitais da capital e do interior", disse Eduardo.

O prédio com obras paralisadas terá como finalidade abrigar uma moderna maternidade e também abrigaria o setor de Oncologia. "A informação que temos é que a obra foi interrompida por problemas com a empresa responsável e um novo processo licitatório foi iniciado, com finalização prevista para 2017", informou Eduardo ao completar "estamos batalhando junto com o senador Valadares e o deputado André Moura para agilizar esse processo o quanto antes".

O Ministério Público Estadual (MPE) acompanha o problema e esteve presente na pessoa do promotor de Justiça Fábio Viegas da promotoria da Saúde, durante audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Segundo ele, a rede municipal e a estadual compram parte dos serviços que seriam disponibilizados pelos aparelhos, se estivessem funcionando, da rede privada, e além disso, prejuízo para os acadêmicos de medicina.

"O ministro da Saúde mostrou interesse em solucionar o problema junto a Ebserh, que é vinculada ao Ministério da Educação. Novas reuniões acontecerão nos próximos dias, com técnicos desses órgãos para o funcionamento pleno dos aparelhos", disse Viegas que está acompanhando todo o processo no HU.

O senador Eduardo Amorim visitará o HU nos próximos dias na companhia do reitor da UFS, Angelo Roberto Antoniolli, para conversar com estudantes, professores e funcionários, além de conferir a situação das obras paralisadas. "Temos que ouvir as pessoas e conhecer a realidade de perto para ajustar o problema imediatamente", disse Eduardo.

Orçamento

Em pronunciamento no Plenário, o senador solicitou ao relator da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2017, senador Wellington Fagundes (PR-MT) que realize uma revisão, no quesito das emendas parlamentares, para inclusão dos Hospitais Universitários. "Essas unidades passam por dificuldades e as emendas individuais dos parlamentares poderiam ajudar para que eles continuem funcionando. Eles têm dupla missão, formar e tratar", completou Eduardo Amorim que recebeu o aval do presidente do Senado, Renan Calheiros.

Ascom.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo