Policial

Pai é acusado de matar filho de 5 anos por não querer se alimentar

Suspeito está foragido, e alega que não se apresenta à polícia por medo de morrer.
por Redação do Portal Itnet
18/07/2016 10:57h

Pai é acusado de matar filho de 5 anos por não querer se alimentar

Felipe de Jesus Soares Araujo está foragido.

Foto:Reprodução

Por Iane Gois

A polícia de São Paulo está buscando o paradeiro de Felipe de Jesus Soares Araujo, de 32 anos, suspeito de espancar até a morte o filho de apenas cinco anos de idade, crime ocorrido na noite da última sexta-feira (15) em Peruíbe, litoral paulista. O motivo das agressões teria sido o fato de a criança dar trabalho para se alimentar.

Em contato telefônico com a madrinha da vítima no dia posterior ao fato, por meio do celular da ex-mulher, Felipe, que fugiu logo após a Polícia Militar ter sido acionada, teria afirmado que não teve a intenção de matar o filho, mas não aceitou a sugestão de se entregar à polícia alegando medo de ser morto.

"Por conta da confusão, o celular dela [mãe de Rafael] acabou ficando comigo, portanto quando o Felipe me ligou, eu que atendi. Ele disse que a culpa não era dele, que ele não teve a intenção de matar o menino. Eu pedi para ele se entregar, mas ele disse que não ia fazer porque estava com medo de ser morto por alguém. Nesse momento, eu disse que iria enterrar o filho dele e a ligação caiu", explicou Luciana da Silva, de 34 anos.

Apesar da alegação do acusado da não intencionalidade da morte, Luciana assegura que o pai afirmou por várias vezes que não gostava do filho, e que essa era uma preocupação constante da mãe do menor.

"Certa vez, ele disse que não tinha nenhum amor pelo Rafael. Ele também era muito violento, e o medo um dos motivos que mantinha a mãe do Rafael morando com esse monstro. Eu cheguei a sugerir para ela morar comigo, mas ele ameaçava ela caso saísse de casa", revelou Luciana.

Clamando por justiça, a família pede para quem reconhecer o suspeito denunciar imediatamente ligando, grátis, para 181.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo