Cumbe (SE): Padrasto é preso acusado de estuprar enteada de 9 anos

Exames médicos comprovaram o abuso sexual, segundo a polícia.
por Redação do Portal Itnet
28/07/2016 08:40h

Por Iane Gois

Tem se tornado corriqueiras veiculações na imprensa de pais abusando sexualmente dos filhos, enteados sendo violentados, enfim, o registro de casos de estupro de vulnerável alerta para dois aspectos: o crescimento de incidências, e a coragem de denunciar.

Foi o que aconteceu no município sergipano de Cumbe, onde um suspeito de 41 anos de idade foi preso na última quarta-feira (27). Acusado de cometer atos libidinosos contra uma criança de 9 anos de idade, o homem era padrasto da menor e morava com a mãe dela há apenas sete meses, segundo a polícia, que tomou conhecimento dos frequentes estupros na sexta-feira (15).

De acordo com o delegado Fábio Santana, a denúncia foi confirmada por relatos de testemunhas, bem como através do exame médico que constatou o crime. "Ele, além de praticar outros atos libidinosos, também consumou a conjunção carnal, fato que motivou a representação por sua prisão preventiva, deferida pela juíza da Comarca de Nossa Senhora das Dores", disse o delegado.

Durante o interrogatório, o suspeito alegou se manifestar somente em juízo, direto assegurado constitucionalmente. Devendo ser indiciado por estupro de vulnerável, ele será encaminhado a um presídio em Aracaju (SE), onde ficará à disposição da justiça.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo