Política

Senadores por Sergipe defendem que Dilma deve ser afastada definitivamente

“Precisamos virar essa página ruim da nossa história”, justificou Eduardo Amorim ao defender que o futuro de milhares de brasileiros não pode ser comprometido.
por Redação do Portal Itnet
10/08/2016 07:51h

Por Iane Gois

Entendendo que a presidenta afastada Dilma Rousseff (PT) deve ser julgada no Senado, os representantes por Sergipe votaram "sim" na madrugada desta quarta-feira (10) e, aliados aos outros 56 senadores que deram parecer favorável, Eduardo Amorim (PSC), Antonio Carlos Valadares (PSB) e Ricardo Franco (DEM) aproximam a petista do que o agrupamento do Partido dos Trabalhadores chama de golpe.

"Nossa nação aguarda o desfecho deste processo e o povo brasileiro espera que seja feita justiça", disse Eduardo ressaltando que, mesmo ante a realização das Olímpiadas no Brasil, os olhos voltaram a ser destinados àquela Casa.

Ainda em seu discurso, Eduardo Amorim enfatizou o cumprimento minucioso de todas as etapas referentes à apreciação do processo, alertando que o que para muitos pode ser analisado como morosidade na verdade reflete o comprometimento dos parlamentares em fazer cumprir o que estabelece a Lei, inclusive assegurando à presidenta afastada todos os direitos.

Em um momento em que o Plenário será convertido em tribunal na última fase do processo, o senador atentou para a responsabilidade social, política, moral e ética para com aqueles que os elegeram no sentido de "levar a cabo o processo de impeachment da presidenta afastada com a mesma responsabilidade e imparcialidade com a qual o processo foi conduzido até o momento".

Afirmando que o presente já está comprometido, mas que isso não pode ser motivo para comprometer também o futuro de milhares de cidadãos, Amorim foi favorável às acusações que pesam contra Dilma e disse que é preciso "virar essa página ruim da nossa história".

Já Valadares e Ricardo Franco apenas consentiram pelo julgamento, previsto para o final de agosto, mas não discursaram.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo