Educação

Manifestações artísticas marcam cinco anos de funcionamento do Campus Itabaiana

Além das manifestações artísticas, foi exibido um vídeo com a Retrospectiva do Campus .
por Redação do Portal Itnet
19/08/2016 14:46h

Em 2011, o Instituto Federal de Sergipe (IFS) chegava a Itabaiana, uma das principais cidades do interior do estado. As vocações econômicas do município - o comércio e a agricultura - motivaram a implantação de cursos nas áreas de Logística, Agronegócio e Informática para, com isso, reforçar a qualificação da mão-de-obra na região. Hoje, cinco anos depois e muitos alunos formados, o Campus Itabaiana realizou um evento cultural para comemorar a consolidação do ensino de referência que coloca à disposição da comunidade.

As atividades culturais de comemoração dos cinco anos do Campus Itabaiana envolveram um Concurso de Paródias, a realização do Programa Conexão IFS, apresentações de Capoeira e um número do coral CantIFS. Além das manifestações artísticas, foi exibido um vídeo com a Retrospectiva do Campus e a fala do diretor, depoimento de professores e uma palestra com o objetivo de divulgar as oportunidades oferecidas aos estudantes pela Diretoria de Assistência Estudantil (DIAE).

Conscientização

Uma das atividades que mais mobilizou os alunos foi o Concurso de Paródias, cuja temática era "Escola sem Drogas: Implementando ações de prevenção ao uso de drogas". Idealizado pelo professor de química Wendel Menezes Ferreira, o projeto premiou com medalhas todos os participantes e com troféus as três melhores apresentações, sendo que a primeira colocada foi premiada ainda com 01 tablet. Mailza Cunha dos Prazeres fez a recriação da música Malandragem, conhecida nacionalmente na voz de Cássia Eller, que passou a receber o título de "Difícil de deixar".

"O objetivo da minha paródia foi contar a história real de uma menina que se envolveu com drogas e tornou-se viciada pela influência negativa dos amigos. Ela passou por várias situações, como roubar para usar drogas, mas de certa forma ela queria que Deus tivesse piedade e tirasse ela desse caminho", explica a aluna Mailza.

Wendell Menezes, idealizador do Concurso de Paródias, explica que o projeto foi pensado com a finalidade de informar. "O objetivo era permitir que os alunos tivessem acesso à informação, e que essa informação provocasse ou promovesse uma transformação, de modo que, diante de uma situação de risco, eles saibam por que estão decidindo em não fazer uso das drogas. O objetivo é contribuir para que o nosso aluno se torne um cidadão que possa participar efetivamente da sociedade", explica.

Arte

Já o Conexão IFS trouxe debates sobre drogas e bullying, coreografias, apresentação teatral e atrações musicais. Participaram do debate a Assistente de Aluno Elen Madeiro e Diego Santos de Oliveira, que levou sua experiência como ex-usuário de drogas para conscientizar os estudantes. Hoje, ele atua com jovens de Itabaiana através do Grupo de Jovem Ascender.

Gilvan Bezerra, chefe de gabinete do Campus, foi um dos organizadores do Conexão IFS. Ele explica que todas as atividades realizadas tiveram como objetivo celebrar os cinco anos de trajetória da instituição. "Hoje, somos convictos de que cada vez mais nos consolidamos na região do agreste. Diante disso, desenvolvemos uma série de atividades que marcaram essa trajetória, entre as quais a retrospectiva do passado, os destaques do presente e a perspectiva futura com a entrega do novo prédio, entre tantas outras", aponta Gilvan.

José Rocha Filho, diretor geral do Campus Itabaiana, comenta que a comemoração dos cinco anos é um momento importante para a instituição "Sabemos que temos muitos desafios pela frente, mas se faz necessário dar o primeiro pontapé, que foi dado no dia 01 de agosto de 2011. Hoje, com cinco anos, nós já estamos com três cursos e mais de 600 alunos. Muitos desafios nós teremos que superar para que a gente deixe uma marca registrada no engrandecimento de Itabaiana e região e na formação de cidadãos, que é o nosso propósito enquanto educadores".

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo