Contra Violência Doméstica: Delegado vai à rua e manda recado ao Governador

Em palestra para comunidade local e convidados, reforçou a necessidade do fortalecimento da rede de assistência às mulheres.
por Redação do Portal Itnet
26/08/2016 17:03h

Em evento alusivo aos 10 anos da Lei Maria da Penha realizado em via pública na cidade Pedra Mole/SE, na última terça-feira, 23, o delegado de polícia, Dr. Leógenes Corrêa, que cumula também as cidades de Frei Paulo e Pinhão, foi à rua se somar a secretaria estadual e municipal de assistência social no combate a violência doméstica.

Em palestra para comunidade local e convidados, reforçou a necessidade do fortalecimento da rede de assistência às mulheres, especialmente o trabalho preventivo através de políticas públicas voltadas a mudança da cultura machista e patriarcal, deixando o trabalho repressivo para o último momento, mas que também deve ser prestado com extrema proteção à dignidade da mulher e punição para quem desrespeitá-la. O grande desafio para a efetiva aplicação da Lei Maria da Penha é dar continuidade à implementação de políticas públicas de enfrentamento à violência contra as mulheres, e a necessidade de avançarmos na legislação para permitir aos Delegados de Polícia decretarem de imediato as medidas protetivas de urgência para afastar o agressor do lar na hora que a vítima mais precisa, e não deixá-la aguardando uma decisão judicial, que nestes casos uma noite pode custar uma vida. E Leógenes desabafa: " O delegado de polícia no interior, por falta de delegacias especializadas, cuida de tudo e de todos com a estrutura precária que dispõe: das mulheres, das crianças aos idosos, combate o tráfico e os roubos, como os crimes de menor potencial ofensivo e os homicídios. E ainda assim, o governador Jackson nos sacrifica, dificultando ainda mais nosso trabalho sem nos dar uma contraprestação, ele já está há 03 anos sem pagar o salário do Delegado de Pedra Mole e de Pinhão, porque como delegado de Frei Paulo fico cuidando das outras duas cidades, sem nada a mais, e o pior, ele além de não reajustar o salário dos delegados por 4 anos, agora atrasa e parcela. Como se estimular a dar continuidade deste jeito? "

Gostou? Compartilhe:

Veja Também
Comentários