Aracaju (SE): Açaí pode ter causado morte de advogado

Mal-estar imediato após a ingestão levou a internamento na UTI.
por Redação do Portal Itnet
30/08/2016 07:51h

Por Iane Gois/DRT-1458-SE

Rico em minerais e altamente energético, o açaí pode ter causado a morte do advogado Francisco Cardozo Neto, de 31 anos, que no último domingo (29) deu entrada em um hospital particular da capital sergipana, Aracaju (SE), após ingerir o sorvete.

Segundo pessoas ligadas ao advogado, o mal-estar iniciou após a ingestão e ao chegar à unidade de saúde ele foi imediatamente entubado e encaminhado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI), morrendo na última segunda-feira (29).

Outra versão, porém, contesta a suposição acima ante a afirmação de um amigo de Francisco, que afirmou que ele não cuidava da taxa de glicemia e no fim de semana anterior havia exagerado no consumo de doces, tendo chegado a se sentir mal.

O resultado da autópsia irá assegurar a causa do óbito.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo