Política

Senadores sergipanos deverão manter voto pelo impeachment

Diferentemente de votações sobre propostas legislativas, os líderes partidários não poderão orientar os parlamentares como votar.
por Redação do Portal Itnet
31/08/2016 10:34h

Senadores sergipanos deverão manter voto pelo impeachment

Foto montagem com imagens reproduzidas das redes sociais

Por Iane Gois DRT 1458/SE

Se seguirem o entendimento defendido na etapa do processo pela aprovação ou rejeição do relatório favorável à admissibilidade do procedimento de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), os senadores sergipanos decidirão nesta quarta-feira (31) pelo afastamento definitivo da petista.

Para Maria do Carmo Alves (DEM-SE), "a falta de governabilidade, de grave crise econômica, atingiu a classe trabalhadora brasileira e hoje mais de 11 milhões de desempregados não sabem como voltar para casa sem o sustento de sua família. Estamos aqui para corrigir os erros constitucionais do nosso governo".

Já Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) diz que "a crise decorre, fundamentalmente, da desorganização do nosso sistema político. O governo vai entregar pior o país do que recebeu. Estaremos piores na logística, na relação externa com o resto do mundo. Governo que deixou a inflação voltar".

De acordo com Eduardo Amorim (PSC-SE), "os crimes de responsabilidade praticados pela presidente Dilma Rousseff trouxeram as piores consequências para o país e para o povo brasileiro. O país está quebrado, está sem credibilidade, e foi rebaixado inúmeras vezes pelas principais agências de classificação de risco. Mais do que isso, a população brasileira, sobretudo os mais humildes, está sofrendo o descaso do Estado brasileiro".

Dos 81 votos totais são necessários no mínimo 54 para que a presidenta afastada seja destituída por definitivo. Caso o quantitativo seja inferior, Dilma retoma o posto de presidenta e o processo é arquivado.

Diferentemente de votações sobre propostas legislativas, os líderes partidários não poderão orientar os parlamentares como votar.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo