Policial

SINDIJOR-SE protesta contra clima de insegurança reinante em Sergipe

Diretoria do Sindicato se manifestou após emissora de rádio em Aracaju (SE) ser alvo de cinco criminosos.
por Redação do Portal Itnet
12/09/2016 07:29h

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Sergipe (SINDIJOR-SE), entidade de classe que representa os Jornalistas e o Jornalismo em Sergipe, lamenta profundamente o assalto ocorrido no início da noite deste sábado à Rádio 103 FM, no qual os funcionários da emissora, incluindo uma locutora, foram assaltados por cinco criminosos armados, que invadiram a empresa e promoveram um verdadeiro quebra-quebra.

Primeiro, o SINDIJOR vem a público solidarizar-se com os trabalhadores agredidos em pleno exercício profissional, em especial à colega de comunicação Iucema Santos e aos jornalistas Vieira Matos e Iggor Cleyver, diretores da emissora. Resta-nos, além de apresentar solidariedade aos trabalhadores assaltados, demonstrar a nossa mais contundente manifestação de indignação e protesto contra o clima de insegurança reinante em Sergipe, que vem vitimando rotineiramente profissionais da comunicação, em especial jornalistas.

Também não podemos deixar de alertar a sociedade sobre os perigos aos quais, principalmente os jornalistas, têm sido expostos. Muitas vezes, vítimas da subordinação de uma linha editorial questionável e perigosa, imposta por alguns empregadores aos trabalhadores da nossa categoria.

Repudiamos a linha editorial adotada por programas jornalísticos, que muitas vezes servem apenas de palanque político para defender os interesses de determinados grupos em detrimento dos adversários, numa clara afronta à liberdade de imprensa e ao Código de Ética do Jornalismo. Este tipo de programa jornalístico viola os direitos humanos e expõe os jornalistas a atos de extrema violência como o que ocorreu na 103 FM.

O Sindicato não só levanta essa questão, como também denuncia e condena a prática do jornalismo sensacionalista, que contempla somente a briga pela audiência, o lucro das empresas em detrimento de uma remuneração digna e condizente com a atividade jornalística.

Reconhecendo que o problema da insegurança pública envolve vários fatores, o SINDIJOR defende a realização de um amplo debate com a finalidade de encontrar uma possível solução para esse fenômeno social que aflige a toda a sociedade.

Esperamos que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública, adote as medidas cabíveis para identificar e prender os autores deste atentado à liberdade de expressão, mas principalmente, adote medidas que de fato garantam o mínimo de segurança à população sergipana, que há muito tempo está refém dos bandidos. E tudo isso, pela ausência de uma política de segurança eficaz e capaz de responder as demandas da atual sociedade.

Diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Estado de Sergipe

Da Ascom do SINDIJOR-SE

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também