Política

André Moura surpreende e não vota a favor de Eduardo Cunha

Veja como se posicionaram os deputados sergipanos no processo de julgamento pela cassação do mandato do peemedebista.
por Redação do Portal Itnet
13/09/2016 10:58h

Por Iane Gois DRT 1458/SE

Em mais um momento histórico na política brasileira, após o impeachment de Dilma Rousseff (PT), deputados votaram favoravelmente à cassação do mandato de Eduardo Cunha (PMDB) e consequente perda dos direitos políticos por oito anos.

A decisão se deu pelo "SIM" de 450 dos representantes à acusação de quebra de decoro parlamentar e 10 contra. Contudo, o que chamou verdadeiramente a atenção foi o fato de André Moura (PSC), escolhido para ser líder de Temer na Câmara justamente através do apoio dado por Cunha, ter optado pela abstenção.

Aos que aguardavam a manifestação de lealdade restaram apenas a indignação e o questionamento do que teria levado o parlamentar sergipano a se esquivar da decisão. Entretanto, há analistas que apostam na saída à francesa como uma possível articulação.

Foram favoráveis ao afastamento Bosco Costa (PROS), Fábio Mitidieri (PSD), João Daniel (PT), Jony Marcos (PRB) e Laércio Oliveira (SD). Fábio Reis (PMDB) e Adelson Barreto (PR) não compareceram à Sessão.

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também