Policial

Vereadores e advogado são presos em Aracaju (SE)

Detalhes da operação ainda estão sendo mantidos em sigilo.
por Redação do Portal Itnet
15/09/2016 11:58h

Por Iane Gois

Em desdobramento à operação 'Indenizar-SE', na qual parlamentares aracajuanos foram apontados como suspeitos de integração em um suposto desvio de recursos públicos na Câmara Municipal de Vereadores de Aracaju, a Polícia Civil no estado, sob a coordenação do delegado Alessandro Vieira, deflagrou nesta quinta-feira (15) uma outra ação, com detalhes ainda mantidos em sigilo, que culminou na prisão de dois vereadores.

Até o momento os cumprimentos dos mandados de prisão preventiva de Agamenon Sobral (PHS) e Tijói Barreto Evangelista, o Adelson Barreto Filho (PR), já foram confirmados e outros oito representantes populares na Câmara ficarão afastados de seus mandatos, em obediência à determinação judicial, sendo eles Adriano Taxista (PSDB), Agnaldo Feitosa (PMDB), Jailton Santana (PSDB), Augusto do Japãozinho (PTdoB), Valdir Santos (PTdoB), Daniela Fortes (PEN), Emmanuel Nascimento (PMDB) e Renilson Felix (DEM).

Há a informação também de que outro parlamentar que também seria detido conseguiu fugir, bem como da prisão do advogado Alcivan Menezes e de três filhos dele.

Entenda o casoA investigação apura o pagamento de verbas de indenização respaldadas em contratos fictícios de locação de veículos e de assessoria jurídica. A estimativa é que as negociações ilícitas movimentaram R$ 7 milhões somente em 2013.

Ao todo, 15 parlamentares são investigados por suposta participação em um esquema de falsos contratos de locação de veículos e contratação de assessoria jurídica. Para a polícia, o objetivo deles era desviar dinheiro das verbas indenizatórias da Câmara.

Com informações do G1 SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo