Cidade

Itnet integra projeto do SEBRAE de desenvolvimento de turismo do agreste

Iniciativa consite na criação de rede de cooperação em prol da adoção de um modelo de disseminação da potencialidade turística dos municípios.
por Redação do Portal Itnet
22/09/2016 13:15h
Atualizado em 22/09/2016 13:21h

Por Iane Gois

Com o objetivo de alavancar o setor turístico e assim preparar a base que favorecerá desde a rede hoteleira à economia da região do agreste sergipano, o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) está reunindo empresários e entidades parceiras para a implementação do Projeto de Desenvolvimento Territorial do Agreste.

De acordo com Jamysson Machado, sociólogo e diretor de jornalismo no portal Itnet, empresa de Itabaiana que abraçou a iniciativa, trata-se da criação de uma rede de cooperação através da qual pensamentos comuns serão trabalhados em prol da adoção de um modelo de desenvolvimento por região.

“Na área que abrange Itabaiana, Ribeirópolis, Carira, Campo do Brito, São Domingos e Macambira o foco ficou para a disseminação da potencialidade turística do Agreste. O objetivo é trabalhar o real turismo, criar artifícios que façam o excursionista não se prender às compras, mas pernoitar na cidade e, consequentemente, ter um roteiro amplo de visitação e consequente conhecimento da identidade cultural local”, explicou o sociólogo.

Em um start inicial, o SEBRAE já tem realizado encontros com alguns interessados em fazer com que os ideais saiam do papel, sendo inicialmente os representantes do órgão a base do protótipo, que posteriormente seguirá tendo nos membros da rede sustentáculo.

“Enquanto sociedade, precisamos nos unir em prol do que favorecerá o nosso estado, cidade. Esse é um papel do cidadão, seja ele estudante, empresário, político. Temos que nos unir para garantir que os recursos federais destinados ao turismo sejam aplicados e que essa aplicação gere retorno”, ponderou Jamysson.

Um próximo debate está marcado para o próximo dia 07 de outubro na Associação Comunitária de Campo do Brito.

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também