Política

Saiba como funciona a matemática eleitoral para eleger um vereador.

Chapinha tem chance de eleger vereador em Itabaiana.
por Redação do Portal Itnet
26/09/2016 07:41h

Bom, esse ano a câmara de vereadores será formada por 3 chapas, uma formada por partidos ligados ao ex-prefeito Luciano Bispo e que apoiam a candidatura de Roberto Bispo. Outra formada pelos vereadores que dão sustentação ao atual prefeito Valmir dos Santos Costa, e uma terceira que é formada por alguns partidos que juntos formam um pequeno bloco de sustentação também ao atual prefeito.

Cada coligação de partido elegerá um vereador a cada “X” eleitores.

O que é X nesse caso?

O número de eleitores votantes de uma cidade, excluindo os bancos e nulos, divididos pela quantidade de cadeiras que existem na casa.

Ou seja: caso existam 100.000 votantes e 10 vagas, o coeficiente eleitoral será 10.000 (esse é o X em questão)

Então voltando o raciocínio, cada coligação terá que ter X votos de todos os seus candidatos para eleger o primeiro, ou seja se quando a coligação, seguindo o exemplo anterior, atingir somados 10.000 votos, o candidato mais bem votado assume uma cadeira. Caso a soma atinja 20.000 o segundo mais votado assume a outra cadeira, e assim sucessivamente.

No caso de Itabaiana há uma previsão de que o coeficiente será aproximadamente 4.000 votos para eleger o primeiro da coligação. Com isso o vereador mais bem votado da coligação, que somado todos os votos atinja o coeficiente, elegerá o primeiro.

Com isso, não só as duas coligações mais fortes da cidade terão chances esse ano, a chamada chapinha que tem 26 candidatos, podem somar o coeficiente e eleger o mais bem votado.

Amanhã vou explicar como fazer a conta dos votos que sobram de cada coligação.

Jamyson Machado

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também