Cidade

Itabaiana terá reforço policial para as eleições. Polícia Federal já se encontra no município

Informações extraoficiais dão conta da atuação sigilosa dos agentes em comunidades da urbe serrana, onde vídeos e fotos comprovam crimes eleitorais.
por Redação do Portal Itnet
30/09/2016 13:06h
Atualizado em 30/09/2016 15:40h

 Por Iane Gois DRT 1458/SE

A solicitação de tropas federais para colaboração no trabalho do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no processo do pleito que ocorre neste domingo (2) foi deferida e doze municípios sergipanos receberão reforço na segurança pública.

Cerca de 450 militares do Exército Brasileiro foram disponibilizados e atuarão de forma integrada com os Órgãos de Segurança Pública e a Justiça Eleitoral em Itabaiana, Boquim, Canindé de São Francisco, Estância, Poço Verde, Pirambu, Japaratuba, Lagarto, Ribeirópolis, Nossa Senhora das Dores, Nossa Senhora do Socorro e Capela.

No município serrano, além do policiamento ordinário do 3º Batalhão de Polícia Militar, sob o comando do tenente-coronel PM Carlos Rolemberg, do efetivo da Polícia Civil, coordenado pelo delegado Marcos Garcia, cerca de 30 homens do exército e policiais federais estarão garantindo a ordem e, consequentemente, coibindo crimes eleitorais.

No tocante ao policiamento militar, Rolemberg informou que todo o efetivo do batalhão estará acionado, além de outros 20 militares que chegarão ao município na madrugada do domingo para atuação nas áreas que compõem o agreste.

Ainda segundo o tenente-coronel, ainda na tarde desta sexta-feira (30) 16 PM's' do Batalhão de Choque já estarão em Itabaiana para fortalecer o policiamento.

Com a polícia civil ficará a incumbência de lavrar autos de prisão em flagrante de crimes eleitorais ocorridos no interior do estado, exceto os de Itabaiana e Lagarto, locais em que haverá base permanente da PF.

Quanto à Polícia Federal, os agentes já se encontram na cidade, onde uma base instalada na Delegacia Regional atenderá ocorrências com abrangência em Itabaiana, Carira, Ribeirópolis, Areia Branca, Campo do Brito, Frei Paulo, Malhador, Moita Bonita, São Domingos, Nossa Senhora Aparecida, Macambira, Pinhão, Divina Pastora, Santo Rosa de Lima, São Miguel do Aleixo e Pedra Mole.

Informações extraoficiais dão conta de que os PF’s estão atuando em comunidades de forma disfarçada e já há inclusive vídeos e fotos que comprovam atos de corrupção eleitoral flagrados na “princesa da serra”.

Para denunciar crimes da natureza, eleitores devem ligar para o 190, 181, ou utilizar o aplicativo Pardal para aparelhos celulares.

 

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo