Cidade

Técnicos administrativos seguirão com atividades paralisadas por tempo indeterminado

Servidores farão Marcha nesta terça (1º) a fim de atrair mais colegas na luta contra a Proposta.
por Iane Gois
01/11/2016 08:44h

Por Iane Gois

Contrários à PEC 55, antiga PEC 241, técnicos administrativos da Universidade Federal de Sergipe (UFS) deflagraram greve por tempo indeterminado.

Como parte das atividades de mobilização, os profissionais já visitaram setores do campi em diálogo com a categoria e nesta terça-feira, 1º, uma concentração em frente à Prefeitura do Campus de São Cristóvão garantirá a ‘Marcha Contra a PEC 55’, que tem como objetivo principal, de acordo com o presidente do Sintufs, Lucas Gama, aproximar demais servidores ao movimento e, consequentemente, conquistar mais adeptos para a luta contra a PEC 241.

“Queremos impulsionar um movimento nacional do funcionalismo público contra a PEC 241. Somos a única categoria federal em greve, mas queremos contagiar os docentes e demais servidores públicos federais para aderir à greve em protesto à essa PEC. A gente entende que se ela for aprovada haverá um prejuízo irreparável em áreas essenciais como educação, saúde e assistência social. Nosso objetivo é editar um desastre social, pois se hoje os órgãos padecem em razão de escassez de recursos, com a aprovação da PEC, haverá uma redução paulatina no orçamento”, assegura o sindicalista.

PEC 241
Aprovada em dois turnos na Câmara dos deputados, a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 241 segue para análise no Senado e, se acatada pelos parlamentares, limitará os gastos públicos pelos próximos 20 anos.

*Com informações do Sintufs e da Agência Brasil

Gostou? Compartilhe:

Veja Também
Comentários