Nacional

Bebê de cinco meses morre após ficar 5 horas dentro de carro

Diante da inexistência de indícios de lesões e agressões, polícia acredita que o caso tenha sido fatalidade.
por Iane Gois
24/11/2016 10:44h
Imagem extraída de vídeo da TV Tem
Imagem extraída de vídeo da TV Tem

Por Iane Gois

 Uma incidência atípica, mas que serve de alerta aos pais, chocou a família de um bebê de apenas cinco meses de vida, que morreu após ter sido esquecido por cerca de cinco horas na cadeirinha do banco de trás do automóvel.

O fato aconteceu em Araçatuba (SP) e o pai da criança foi, segundo o delegado de polícia Marcelo Cury, apontado como responsável pelo homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Segundo depoimento à polícia, o pai da vítima, um jovem de 25 anos, narrou a rotina com os dois filhos, informando que diariamente saía com as crianças, de 5 anos e o bebê, para deixar o mais velho na creche e o mais novo na casa da sogra. Contudo, por esquecimento acabou indo direto ao trabalho e somente após retornas, cinco horas depois, lembrou da criança, que já estava desacordada.

Criança ficou cerca de cinco horas dentro do carro (Foto: Reprodução/TV TEM)
Criança ficou cerca de cinco horas dentro do carro (Foto: Reprodução/TV TEM)

A criança ainda chegou a ser levada ao hospital pelo próprio pai, mas o processo de ressuscitação não foi atingido com êxito pela equipe médica e o bebê morreu. A ausência de indícios de agressões e lesões indicam a incidência de uma fatalidade, caso para o qual, segundo o delegado, uma norma que diz que o próprio fato já pune o autor permite que o juiz deixa de aplicar a pena. “A maior pena dele já é a perda do filho”, lamenta.

Fonte: TV Tem

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo