Esporte

Conheça a trajetória do jogador Thiego, sergipano morto em queda de avião

Atleta teve passagens pelo Sergipe, Ceará, Grêmio e Figueirense.
por Redação do Portal Itnet
29/11/2016 14:34h
Atualizado em 30/11/2016 13:56h

Por Itnet, da redação.

O jogador Willian Thiego de Jesus foi uma das vítimas da queda do avião que transportava a delegação da Chapecoense para disputa da final da Copa Sul-Americana. O aracajuano tinha 30 anos e atuava como zagueiro e às vezes como lateral-direito.

O atleta se destacou atuando pelo Sergipe, e ainda com menos de 20 anos foi contratado pelo Grêmio para jogar nas suas categorias de base. No time gaúcho ele chegou ao profissional em 2007. Como na época havia o zagueiro William e o volante Willian Magrão, Willian Thiego passou a ser chamado apenas de Thiego, para evitar confusões entre nomes. Zagueiro de origem, o atleta acabou sendo utilizado em algumas partidas como lateral-esquerdo, pelo então treinador Mano Menezes.

Seu primeiro gol em jogos oficiais do grupo profissional do Grêmio ocorreu em 14 de junho de 2008, contra o Goiás. Na ocasião, ele havia entrado no lugar de Roger. O gol saiu aos 40 minutos do segundo tempo, depois de arrancar do meio de campo, tabelar com Paulo Sérgio e chutar no canto alto do goleiro Harlei. Em julho de 2009, Thiego renovou seu contrato até o final de 2012.

No dia 1 de dezembro de 2009, o atleta foi repassado ao clube japonês Kyoto Sanga. O contrato é de empréstimo de um ano.Em 2010 atuou pelo Kyoto Sanga, por empréstimo do Grêmio, retornando ao tricolor gaúcho no final do ano, quando encerrou o empréstimo.


No dia 5 de janeiro de 2011, Thiego foi emprestado ao Bahia, e ao final do empréstimo foi  devolvido ao Grêmio e reapresenta-se em 9 de janeiro de 2012, passando a treinar em separado, aguardando negociação com outro clube.


No dia 5 de março de 2012, Thiego acertou com Ceará até o final de novembro. Demostrando um bom futebol em que passou a ser titular absoluto. Após disputar 2 jogos pela Série B, ele se machucou no treino e ficou fora por 60 dias. No dia 31 de outubro de 2012, foi dispensado e liberado pela diretoria alvinegra. 

No dia 16 de janeiro de 2013, Thiego fechou com o Figueirense até dezembro de 2013.

Em janeiro de 2014 acertou com com o Khazar Lankaran, do Azerbaijão.


Em janeiro de 2015, Thiago pediu liberação da equipe do Azerbaijão, e acertou seu retorno para o futebol brasileiro, desta vez, para a Chapecoense.

Gostou? Compartilhe:

Veja Também
Comentários