Educação

UFS: professores decretam greve por tempo indeterminado

A exemplo dos técnicos-administrativos da instituição , corpo docente protesta contra a PEC 55.
por Iane Gois
02/12/2016 12:54h

 Por Iane Gois

Cerca de 24 mil estudantes, de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores Técnico-administrativos da UFS (Sintufs), serão diretamente afetados com a deliberação de greve dos cerca de 1.600 professores da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

A decisão, assumida pela categoria em assembleia realizada na última quinta-feira (1º), atinge os cinco campi da UFS e não há previsão para que as atividades sejam retomadas.

Os docentes seguem a interrupção já implantada há cerca de um mês pelos técnicos-administrativos da instituição e protestam contra a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 55 que tramita no Senado e deverá ir para 2ª votação no próximo dia 13, a qual tem por fundamento a limitação dos gastos públicos pelos próximos 20 anos.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo