Cidade

Jamysson Machado é o mais novo cidadão gloriense

Título, proposto pela vereadora Maisa Feitosa é reconhecimento pelos investimentos em tecnologia que interligaram a “capital do sertão” ao mundo.
por Iane Gois
06/12/2016 08:22h
Atualizado em 06/12/2016 09:00h

Por Iane Gois DRT 1458/SE

Quinze anos se passaram desde o primeiro contato da sociedade gloriense com a tecnologia como forma de incentivo à economia local, quando em 2002 o empresário e sociólogo Jamysson Machado, proprietário da Itnet Telecom, empresa do Grupo Itnet, decidiu investir na “capital do sertão” e desde então um casamento foi consolidado e os frutos debutam.

A ousadia de um empreendedor com olhar futurista chamou a atenção dos representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e o que era comércio se tornou uma ação social de desenvolvimento econômico, cultural, político, que fez da tecnologia de informação o gatilho evolutivo de conexão com o mundo, inicialmente através do acesso discado, posteriormente via rádio, hoje através de cabo e muito em breve por meio de fibra ótica.

Mas os benefícios não se restringem ao acesso à internet, que de 2002 para cá se tornou referência, foi o atrevimento do empresário, que aliou a tecnologia às necessidades humanas em função do meio, que fez com que nascesse no município um novo modelo funcional responsável pelo investimento em novas ferramentas de comunicação e publicidade.

E foi justamente por essa significativa contribuição, que já alcança o 15º ano, que a Câmara de Vereadores de Glória, através de propositura da parlamentar Maisa Feitosa, em atendimento à indicação da presidente da Casa, à época, Adriana Reis, decidiu pela homenagem ao itabaianense Jamysson Machado com a concessão do título de cidadania gloriense.

A cerimônia, que para Jamysson representa um momento ímpar enquanto cidadão e homem de negócios, acontecerá nesta terça-feira (06), às 20h, no Palácio José Dernival de Andrade, sede do Poder Legislativo da cidade.

Honrado pelo reconhecimento, Jamysson reafirma o amor pelo município na certeza de que muitos outros frutos nascerão desse “matrimônio tecnológico”. “Nossa Senhora da Glória é uma das cidades com a qual em me identifico, onde me sinto como se estivesse em casa. Terra de gente empreendedora, sempre apostamos no futuro dessa cidade e a marca alcançada nesses quinze anos mostra que não erramos”, disse ele ressaltando: “para o momento a palavra é gratidão”.

Gostou? Compartilhe:

Veja Também
Comentários