Internacional

CHAPECOENSE: zagueiro Neto sonhou com a queda do avião na noite anterior à tragédia

Antes de viajar o jogador contou o sonho à noiva, a alguns amigos e ao pastor evanélico.
por Iane Gois
13/12/2016 12:02h
Zagueiro sendo resgatado (RAUL ARBOLEDA/AFP)
Zagueiro sendo resgatado (RAUL ARBOLEDA/AFP)

Após ser informado de que tinha sobrevivido a um acidente aéreo, o zagueiro Neto ficou chocado e disse que na véspera da viagem receou entrar no avião rumo a Medellín porque havia sonhado com a queda. A informação foi passada pelo médico da Chapecoense, o ortopedista Marcos André Sonagli, que chegou a São Paulo na madrugada desta terça-feira (13).

"O Neto teve um sonho, e ele falou que foi o sonho mais real da vida dele", disse o médico na porta do hospital Albert Einstein, em São Paulo. "Ele sonhou que houve uma queda de avião e era de noite, estava chovendo e eles caíram num pântano. Quando ele relata isso, é difícil até de acreditar. Só que primeiro a gente acredita porque ele é uma pessoa honrada, uma pessoa séria, e ele relatou pra esposa e pra outras amigas. Ele não sabia disso [do acidente] e quando a gente começou a contar pra ele, ele não acreditava. Não acreditava que aquilo que ele sonhou acabou se tornando realidade."

O médico descartou que o relato do sonho tenha na verdade sido uma memória construída a partir do momento em que o avião caiu. Segundo ele, os detalhes descritos pelo jogador antes da viagem batem com o que realmente aconteceu. De fato, eles coincidem com as circunstâncias da noite de 28 de novembro, quando chovia bastante, e com o local da queda, uma região encharcada e de difícil acesso nos arredores de Medellín. 

Neto teria relatado a história à noiva, a amigos e a um pastor ainda antes de viajar. Na segunda-feira chegou à conclusão de que o sonho havia sido um aviso de Deus. "E o pastor ainda disse: 'E tem gente que não acredita em Deus...'", contou o médico.

Zagueiro foi o último a saber da queda
O zagueiro de 31 anos foi o último a ser informado do que realmente havia acontecido com o voo da Lamia que levava a delegação para a final da Copa Sul-Americana. Antes desta segunda-feira, ele perguntava se havia se machucado em campo.

"Hoje de manhã a gente teve uma conversa muito longa com ele", contou o ortopedista. "O Neto não se lembrava, não sabia o que estava acontecendo. Ele achava que havia sofrido algum acidente, algum trauma em campo", disse Sonagli, lembrando que recentemente o zagueiro precisou ser operado na coluna cervical por conta de uma lesão sofrida durante um jogo.

"Ele me via lá e perguntava: 'Marcos, foi tão fatal assim, tão ruim assim esse acidente de jogo, esse traumatismo de jogo?'" A equipe médica decidiu esperar o melhor momento para contar a verdade ao paciente. "Hoje foi o momento", disse o médico, que evitou dar detalhes de como foi a conversa.

"Isso é uma questão extremamente pessoal, e eu não vou entrar em detalhe de como a gente abordou", esquivou-se. "Tinha uma equipe médica, toda a família, psicólogo. Não há dúvida de que foi uma reação de surpresa. No primeiro momento ele não acreditou [que o avião tinha caído]."

Ainda não há uma previsão para que Neto retorne ao Brasil. O goleiro Jackson Follmann, que teve uma perna amputada, chegou a São Paulo, onde passará por uma série de cirurgias, a principal delas na segunda vértebra cervical. Já o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel, que têm o quadro mais estável, devem chegar a Chapecó na noite de terça.

Outros dois bolivianos que também se salvaram, tripulantes do avião, já estão em casa.

"Obviamente foi uma situação muito traumática na parte psicológica pra ele", comentou o médico sobre o momento em que Neto soube do acidente. "A gente estava colocando que tem situações na vida que a gente não tem controle. Acreditamos que Deus está no controle de certas situações e temos que começar sempre agradecendo a vida, celebrando a vida", disse Sonagli. "Pela força intelectual, a força espiritual e física que ele tem, acredito que vá conseguir compreender isso da forma mais saudável possível".

Do Uol

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo