Policial

Cinco suspeitos são presos por desvio ilegal de água em Glória

Os desvios estavam ocorrendo há cerca de seis meses.
por Redação do Portal Itnet
31/01/2017 08:21h

Por SSP/SE.

O delegado regional do município de Nossa Senhora da Glória, Jorge Eduardo Santos Filho, confirmou investigações sobre apuração de crimes que envolvem suspeitos de desviar o abastecimento de água na região. Neste final de semana, cinco suspeitos envolvidos estavam entupindo os encanamentos do reservatório Senharol localizado em Lagoa Bonita, região conhecida como “Feirinha”, resultando na interrupção de água nos povoados Mucambo, Cumbuqueiro, Assentamento Boa Hora, Boa Vista e outros povoados nos arredores do município. 
 

O objetivo do grupo que desviava o fluxo de abastecimento era danificar o encanamento e entupir os tubos e passagens de água para beneficiar apenas parte dos usuários que não estavam tendo acesso à água. As informações do delegado responsável são que os povoados que tiveram o abastecimento de água interrompido ainda estão sofrendo com a falta de entrega de água até o presente momento.

Este ato de vandalismo vinha ocorrendo há cerca de seis meses e nesse último sábado, 28, os cinco suspeitos foram presos em flagrante e autuados pelo crime de dano qualificado - quando há danificação ao patrimônio público - e encaminhados para uma delegacia do próprio município. Ainda de acordo com Jorge Eduardo, os cinco suspeitos pagaram fiança e foram liberados ainda no mesmo dia.

A perícia compareceu ao local onde os desvios ilegais estavam sendo feitos para colher provas e apurar os danos sofridos pelos encanamentos.

Reunião 

As ações já são resultados de reunião entre o secretário de Estado da Segurança Pública de Sergipe, João Batista, e o presidente diretor de Operações e gestores operacionais da Companhia de Saneamento de Sergipe - Deso, Carlos Melo. O encontro tratou do desvio ilegal de água, sobretudo no interior do estado.

Na reunião foi definido que a SSP intensificaria a fiscalização assim como as punições de crimes de furtos e desvio ilegal de água. O flagrante acarretará prisão e o indivíduo poderá responder, além de sanção administrativa, um processo criminal e terá o fornecimento de água suspenso na sua região.

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também