Cidade

Castanha do Carrilho ganha visibilidade mundial

A castanha do Carrilho foi um dos seis produtos brasileiros destaque em feira na França
por Redação do Portal Itnet
11/02/2017 09:20h
Atualizado em 11/02/2017 09:29h

Itabaiana é conhecida em Sergipe e no Brasil por diversos fatores – por ser a Capital Nacional do Caminhão, a terra da cebola, do ouro, ter um comércio vasto, uma feira livre enorme e rica em produtos – e é também o maior produtor de castanha torrada do Brasil. Quando se fala em castanha de Itabaiana, vem em mente sempre o povoado Carrilho, onde aproximadamente 90% da população trabalha com a castanha, que é vendida na própria cidade, em Sergipe e também em vários estados brasileiros, principalmente em regiões litorâneas.

O trabalho realizado no Carrilho passa de pai para filho há mais de 50 anos, e quase todas as casas do povoado são beneficiadas, ou seja, a castanha é a maior fonte de renda da população local. Existe no povoado algumas cooperativas, entre elas a Cooperativa dos Beneficiadores de Castanha (Coobec), que funciona desde 2013 e tem hoje cerca de 29 cooperados, que produzem cerca de duas toneladas de castanha torrada por mês. A COOBEC conta com o apoio do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), do Instituto Votorantin, entre outras empresas.

Castanha do carrilho é destaque em feira na França

A castanha do Carrilho, foi um dos seis produtos escolhidos para representar o Brasil em uma feira que ocorreu entre os dias 22 e 25 de janeiro, na cidade de Lyon, na França. A feira teve como ideia principal disseminar a cultura de várias partes do mundo através da culinária. Maria Cristina Silva é moradora do povoado Carrilho, Presidente da Coobec e esteve na Feira levando a castanha do povoado e representando os itabaianenses que dependem deste trabalho.

Maria Cristina Silva é moradora do povoado Carrilho, Presidente da Coobec.

Para ela: “o evento foi uma oportunidade de mostrar para o mundo a cidade de Itabaiana, e o quanto a cultura de uma cidade pequena é valorizada fora do país”. No povoado Carrilho, as famílias que trabalham com a castanha têm trabalho o ano todo, e a maioria, que pertence às cooperativas, são assegurados pelos direitos trabalhistas. Outros povoados itabaianenses, como Dendezeiro e Tabocas, também são beneficiados com a castanha.

Gostou? Compartilhe:

Veja Também
Comentários