Entretenimento

Bell Marques descarta aposentadoria

Cantor baiano ainda afirmou que é ilusão achar que Salvador terá um Carnaval 100% sem cordas
por Redação do Portal Itnet
26/02/2017 03:21h

 Por Aline Küller, Band

Bell Marques tem 64 anos, mas com pique de um menino e de dar inveja a muito adolescente. Por isso, se tem fã preocupado com uma possível aposentadoria do cantor nos próximos anos, ele garante que isso não deve acontecer tão cedo.

Foto: Webert Belicio/AgNews)

“A música não me permite parar, não permite a nenhum artista, todos cantam até quando podem. Um exemplo, do qual fiquei muito orgulhoso, foi quando assisti a Elza Soares cantando na TV esses dias. Achei aquilo tão lindo, tão forte e sincero, um espetáculo. A música proporciona isso, ela cantando afinada, bonito, é muito legal”, contou ao Portal da Band antes de comandar o bloco Vumbora.

Com blocos e camarotes esgotados, Bell é praticamente uma unanimidade na Bahia. No entanto, ele é um dos poucos que não aderiu ao desfile sem cordas neste ano. Para cantor, que começou a carreira em 1982, tem espaço para todo mundo.

“A história das cordas nasceu porque a prefeitura ou o governo lá atrás não tinham condições de sustentar os artistas grandes dentro do Carnaval. Por isso, criaram os blocos para que eles suportassem e a população pudesse também se divertir e assistir ao seu artista favorito. Já toquei e toco sem cordas, mas é impossível ser todos assim, isso não vai acontecer, é uma ilusão. Caso contrário, todos os artistas vão acabar saindo do Carnaval porque realmente o governo não tem condições de manter”, analisou.

“O Carnaval com cordas é importante porque ele acaba abraçando o turista que não conhece o Carnaval. Você não pode largar esse cara no meio das pessoas que já conhecem muito. Tem que preparar, ninguém pode querer que o turista desça e venha para uma festa com 2 milhões de pessoas nas ruas, temos que entender isso, e dá a sensação que a corda é uma coisa ruim, mas os dois são bons”, completou o ex-líder do Chiclete com Banana que diz que 70% do seu público é turista nos blocos da folia.

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo