Cidade

Municípios do Alto Sertão receberão caminhões-pipa a partir desta segunda, dia 13

A Operação Pipa estadual resulta de um investimento mensal de R$ 418 mil e beneficia 160 mil habitantes dos municípios de Gararu, Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre e Carira
por Redação do Portal Itnet
13/03/2017 09:37h
Atualizado em 13/03/2017 09:42h

Por Agência Sergipe de notícias

Por determinação do governador Jackson Barreto, a partir de segunda-feira, 13, sete municípios do Alto Sertão serão beneficiados com a distribuição de água por meio de caminhões-pipa. Serão atendidos os municípios de Gararu, Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre e Carira, beneficiando uma população de 160 mil habitantes.

A Operação Pipa estadual resulta de um investimento mensal de R$ 418 mil. A ação é fruto da reunião realizada no último dia 23, pelo governador Jackson Barreto, na qual foi anunciado um plano integrado de ações de combate à seca com foco nos municípios do Alto Sertão. O plano inclui, ainda, aquisição e distribuição de material forrageiro, implantação de dessalinizadores, perfuração de poços, recuperação e implantação de barragens e linhas de crédito emergenciais.

Operação Pipa

A Operação Pipa é realizada pelo Departamento Estadual de Proteção e Defesa Civil (Depec) da Secretaria de Estado da Mulher, Inclusão e Assistência Social, do Trabalho e dos Direitos Humanso (Seidh). Nesta sexta, sábado e domingo os tickets para distribuição de água serão entregues às comunidades atingidas. “São os municípios em situação mais crítica, aqueles mais afetados pela seca. Em sua maioria, ficam localizados no Alto Sertão, e pertencem à nossa bacia leiteira”, detalha o diretor da Defesa Civil, Coronel Erivaldo Mendes.

Para o secretário de Inclusão Social, José Sobral, essa é uma das formas da gestão estadual se mobilizar para minimizar o sofrimento da população sertaneja nesse longo período de estiagem. “Sergipe vive o sétimo ano consecutivo de chuvas abaixo da média, o que – entre outras coisas - impede o armazenamento de água para dessedentação animal. O leite nessa região é fonte de renda, é sobrevivência, é fixação do homem na terra. E a bacia leiteira sergipana tem importância fundamental também para a nossa economia”, pontua.

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também