Policial

Cope desarticula quadrilha responsável por roubo de cargas em Sergipe e na Bahia

Seis homens foram presos no município de Cumbe; um integrante da quadrilha conseguiu fugir
por Redação do Portal Itnet
28/03/2017 09:46h
Atualizado em 28/03/2017 09:47h

O Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), desarticulou na noite da última quarta-feira, 22, uma quadrilha acusada de envolvimento em roubo de cargas. Seis homens foram presos no município sergipano de Cumbe e um outro integrante da quadrilha conseguiu fugir durante a ação em um veículo Corolla.

A quadrilha agia principalmente em estradas que cortam a Bahia e o próprio Sergipe. Antes da prisão, eles haviam tentado roubar um caminhão carregado de leite em pó. Durante a abordagem policial, os homens efetuaram diversos tiros em direção aos civis. Eles estão em prisão preventiva.

Com a quadrilha, os policiais apreenderam uma Amarok branca e um caminhão amarelo, dois bloqueadores de sinal, que impediam o rastreamento do veículo de grande porte até que o grupo se desfizesse da carga; um revólver calibre 38 com cinco munições, sendo uma deflagrada e outra picotada.

Fotos: SSP/SE

 

O outro integrante do bando fugiu em um veículo Corolla. Eles agiam sempre em grupo, e utilizando sempre três veículos. Um dos acusados que está em prisão preventiva é sergipano e é também o líder do grupo; ele foi identificado como Tenisson Silva Santana, de apelido “Tenisson Cabeleira”, 50 anos e vem de uma família com antecedentes nesse tipo de crime.

Os outros acusados foram identificados como Edson dos Santos, vulgo “Edson do Ferro Velho”, 37 anos, responsável pela estrutura financeira do grupo; Rodolfo Aparecido de Souza, 22 anos; César da Cruz Silva, 23 anos; Edmilson Souza Santos, 45 anos; e Rafael Picasso, que estava com mandado de prisão em aberto pelo cometimento do crime de homicídio no estado de São Paulo. Também participou da desarticulação da quadrilha a Divisão de Inteligência da Polícia Civil (Dipol).

Com informações da SSP/SE

Gostou? Compartilhe:

Comente Abaixo