Saúde e Ciência

Clínica financiada pelo BNB para tratamento de pacientes com câncer deve iniciar atendimento no fim de abril

Previsão da equipe médica é realizar 120 tratamentos por mês, sendo metade de radioterapia. Atendimento à população deve iniciar ainda em abril
por Redação do Portal Itnet
07/04/2017 16:23h
Atualizado em 07/04/2017 16:29h

Por Ascom BNB

O superintendente estadual do Banco do Nordeste, Saumíneo Nascimento, visitou esta semana as instalações da nova clínica de radioterapia de Sergipe. Construída no bairro Jardins em Aracaju, a Clinradi deve direcionar parte do atendimento a pacientes que fazem tratamento contra o câncer pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

A previsão do grupo empresarial é iniciar o atendimento ao fim deste mês. Por enquanto, a clínica tem prestado alguns atendimentos iniciais, na forma de consultas, porque passa por finalização da instalação de programas de software. Mas a obra foi concluída.

Com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), por meio do programa de Inovação Tecnológica, o Banco do Nordeste financiou mais da metade do valor da obra, orçada em R$ 18 milhões. A contratação foi destinada à construção e montagem da clínica, que inclui a aquisição de dois equipamentos médicos de última geração.

Segundo um dos sócios-proprietários, o médico radioterapeuta Dr. William Soares, a estrutura da clínica deve levar rapidez e eficiência no diagnóstico e tratamento do câncer. "De acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 70% dos pacientes com diagnóstico de câncer serão submetidos à radioterapia em alguma fase do tratamento. Estaremos, em breve, colocando à disposição dos pacientes um completo parque tecnológico", explicou.

Conforme informações da equipe médica, a clínica terá capacidade para realizar 120 tratamentos por mês, sendo 60 de radioterapia e o restante por meio da braquiterapia. Os investimentos devem contribuir para a redução do índice de mortalidade por câncer em Sergipe, além de diminuir os custos do Governo com tratamento oncológico fora do Estado.

"A abertura da clínica é motivo de grande satisfação para o Banco do Nordeste, que busca cumprir o papel de desenvolver a Região. Este empreendimento é mais uma prova disso, além de demonstrar o avanço da ciência e da tecnologia em prol da saúde dos sergipanos e dos nordestinos que estarão aqui presentes", afirmou Saumíneo Nascimento.

Equipamentos e serviços

Por meio do financiamento do Banco do Nordeste, foram  adquiridos um acelerador linear e um equipamento de braquiterapia 3D. O primeiro dispositivo será utilizado no serviço de radioterapia, com a função de emitir radiação aplicada em diversos tipos de tratamento contra o câncer.

E o segundo equipamento, também conhecido como radioterapia interna ou de fonte selada, é normalmente usado para o tratamento contra o câncer de colo do útero, da próstata e da pele. De acordo com William Soares, este será o primeiro aparelho a operar no Norte-Nordeste. A braquiterapia pode ser empregada de forma independente ou em combinação com outras práticas terapêuticas, como a cirurgia e a quimioterapia.

Além da radioterapia e braquiterapia, a unidade vai oferecer serviços laboratoriais, clínicos, odontológicos, exames de tomografia e outros serviços de complementação diagnóstica e terapêutica. E aliada à moderna infraestrutura, a clínica deve funcionar também como centro de formação profissional, com o suporte de amplo auditório para cursos, seminários e videoconferências.

"Neste espaço, estudantes e profissionais das áreas médicas, da física e outros profissionais ligados à saúde irão aprimorar conhecimentos para amenizar o sofrimento de pacientes e curar enfermos acometidos com o câncer. Vejo a realização do sonho de um grupo de profissionais da medicina do estado de Sergipe", declarou o superintendente do BNB.

Presenças

Além do superintendente Saumíneo Nascimento e do médico William Soares, também estiveram presentes à visita o gerente da agência Laranjeiras Jorge Luis de Oliveira Silva, responsável pelo financiamento, e o consultor financeiro Fred Braga, representante da empresa que presta consultoria à clínica.

Tecnologia de ponta

De acordo com William Soares, a estrutura vai contar com dois aceleradores lineares, um aparelho de braquiterapia 3D, um tomógrafo, um aparelho PET-CT e modernas técnicas de tratamento como a Radioterapia Conformada ou Tridimensional (RT3D), Radioterapia Convencional (RT2D), Radioterapia com Modulação da Intensidade do Feixe (IMRT), Radiocirurgia (RCIR), Braquiterapia 3D e Radioterapia Guiada por Imagem (IGRT)

Daniel Brand
Assessor de Comunicação
Banco do Nordeste
Superintendência Estadual de Sergipe

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também