Saúde e Ciência

Mitos e verdades: o Chá Verde ajuda no emagrecimento?

Por Aline Rezende
por Redação do Portal Itnet
14/05/2017 10:25h
Atualizado em 14/05/2017 10:29h

Alguns estudos científicos têm mostrado o benefício do chá verde para a saúde.  O produto é obtido das folhas da espécie Camellia sinensis e é rico em polifenóis que tem ação antioxidante no organismo, sendo o principal deles a catequinas.

Os polifenóis presentes no chá verde apresentam efeitos importantes no Diabetes Mellitus, em cardiopatias e na prevenção de alguns tipos de câncer. No entanto, o chá é mais empregado popularmente por sua ação emagrecedora.

A obesidade que é uma doença caracterizada pelo acúmulo de gordura corporal, vem aumentando de maneira exponencial no mundo. Sendo a causa para o aparecimento de diversas Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) como dislipidemias, doenças cardiovasculares e diabetes.

É sabido que o chá verde (Camellia sinensis) tem a capacidade de induzir o emagrecimento e auxiliar na prevenção e no tratamento da obesidade, assim como nas suas comorbidades.

As catequinas presentes no chá, especialmente a epigallocatequina gallato (EGCG), auxilia no aumento da oxidação lipídica (quebra de gordura), no aumento do gasto energético e na diminuição da absorção lipídica (de gordura) e de glicose (açúcar) o que leva a uma diminuição das taxas de triglicerídeos, colesterol total e LDL.

Apesar da comprovação da sua eficácia na redução do peso e da gordura corporal, ainda não existe consenso na literatura quanto a sua dosagem e modos de administração (chá ou cápsulas). Sendo assim, é importante ter cautela quanto ao seu uso. É recomendável que procure um (a) nutricionista para orientar quanto à ingestão do mesmo e para elaborar um plano alimentar individualizado, pois não se pode esperar que um único alimento tenha a capacidade de proporcionar um impacto de grandes proporções na perda de peso corporal.

Aline Rezende Alves.
CRN 5 - 5055.
Nutricionista pela Universidade Federal de Sergipe.
Especialista em Nutrição Clínica – Metabolismo, Prática e Terapia nutricional pela Universidade Estácio de Sá.

Gostou? Compartilhe:

Comentários
Veja Também